Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Correcção da Galp pressiona bolsa nacional

A praça portuguesa encerrou em queda, enquanto as congéneres europeias fecharam sem tendência definida, num dia marcado pelas notícias relativas às medidas do Banco Central Europeu (BCE). O PSI-20 perdeu 0,21% pressionado pela Galp Energia, EDP e BCP.

Raquel Godinho rgodinho@negocios.pt 18 de Dezembro de 2007 às 17:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A praça portuguesa encerrou em queda, enquanto as congéneres europeias fecharam sem tendência definida, num dia marcado pelas notícias relativas às medidas do Banco Central Europeu (BCE). O PSI-20 perdeu 0,21% pressionado pela Galp Energia, EDP e BCP.

O principal índice da bolsa nacional [PSI20] negociou nos13.092,06 pontos, com 5 papéis em alta, 11 em queda e 4 estáveis. Na Europa os principais mercados fecharam mistos no dia em que o BCE anunciou uma injecção de 348 mil milhões de euros no mercado, um valor recorde, para financiar o mercado.

Além desta medida, o BCE está a preparar uma oferta de liquidez ilimitada até ao final do ano para travar os problemas resultantes da crise do "subprime".

Por cá, a Galp Energia [GALP PL] cedeu 1,13% para os 16,67 euros, a corrigir dos fortes ganhos das últimas sessões. A petrolífera liderada por Ferreira de Oliveira continua a ser alvo de recomendações de casas de investimento. Em nota de research de hoje, a Lisbon Brokers reiniciou a cobertura das acções da Galp com um preço-alvo de 17 euros e uma recomendação de "manter", sublinhando os "ambiciosos objectivos de crescimento em diferentes áreas de negócio" da empresa.

No sector da energia, a EDP-Energias de Portugal [EDP] desceu 0,43% para os 4,58 euros, enquanto a REN [RENE] subiu 0,27% para os 3,67 euros. De acordo com os analistas do BPI, o aumento de 2,9% em 2008 das tarifas de electricidade em Portugal, divulgada na semana passada, tem um "impacto positivo" na REN, enquanto no caso da EDP ainda tem que analisar os números em detalhe.

No sector da banca, o Millennium bcp [BCP] perdeu 0,33% para os 2,99 euros, enquanto o BPI [BPIN] ganhou 0,56% para os 5,42 euros. O BES [BESNN] valorizou 0,26% para os 15,45 euros.

O "Jornal de Negócios" apurou que os aliados de Filipe Pinhal estão disponíveis para aceitar nomes que agradem a Joe Berardo e aos accionistas que têm estado concertados com este investidor - Manuel Fino e Moniz da Maia - nas candidaturas a apresentar para a mesa da assembleia geral e até para o alargamento do conselho geral e de supervisão (CGS).

Segundo a edição de hoje do "Diário Económico", Alípio Dias poderá encabeçar uma lista alternativa à de Filipe Pinhal para liderar o Millennium bcp, se for esse o desejo dos accionistas.

A PT Multimédia [PTM] perdeu 1,16% para os 9,39 euros, a Sonaecom [SNC] recuou 0,53% para os 3,72 euros e a Impresa [IPR] desceu 1,78% para os 2,21 euros, depois de ter registado uma forte valorização na semana passada, na sequência da notícia de que Nuno Santos seria o novo Director de Programas da SIC.

Do lado dos ganhos, de sublinhar a Portugal Telecom [PTC] que ganhou 0,77% para os 9,22 euros, no dia em que foi conhecido que a Vivo conquistou o primeiro lote do leilão de frequências de terceira geração móvel no Brasil. A operadora detida pela PT e pela Telefónica ficou com frequências para os Estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia e Sergipe por 119 milhões de euros (310,3 milhões de reais).

Fora do PSI-20, a Martifer [MAR] desvalorizou 1,66% para os 8,30 euros. Os analistas classificam de "positiva" a vitória da Martifer e da EDP na concessão da Ribeiradio/Ermida.

Ver comentários
Outras Notícias