Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Corrida aos dividendos da PT e Jerónimo Martins impulsiona bolsa

O PSI-20, que já esteve esta manhã a ganhar quase 1%, está agora a apreciar 0,31% com a EDP a impedir maiores valorizações. A impulsionar estão empresas que estão prestes a entrar em ex-dividendo como é o caso da Portugal Telecom e Jerónimo Martins.

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 21 de Dezembro de 2010 às 12:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O principal índice da bolsa nacional negoceia nos 7.869,25 pontos com 12 acções em alta e oito a cair. Na Europa, a tendência é de valorizações, com os índices a serem animados pela especulação de que a recuperação económica vai continuar.

O índice chegou a valorizar perto de 1% logo na abertura da sessão, apesar da Moody's ter alertado que pode cortar o "rating" de Portugal num máximo de dois níveis.

Por cá, a impulsionar estão sobretudo a Portugal Telecom e a Jerónimo Martins. Ambas as empresas beneficiam de uma corrida ao dividendo que será descontado das acções a partir das duas próximas sessões.

A operadora paga aos seus accionistas um dividendo de um euro no dia 28 de Dezembro, negociando sem direito ao mesmo a partir de dia 23, ou seja, na próxima quinta-feira. Já a Jerónimo Martins transacciona em ex-dividendo (16,8 cêntimos) a partir de amanhã porque vai pagar o dividendo dia 27 do mesmo mês.

Por isso as duas cotadas estão em terreno positivo e a animar o PSI-20. A Portugal Telecom sobe 0,98% para os 9,873 euros enquanto a retalhista soma 0,62% para os 12,155 euros.

Pela positiva, e pela mesma razão, destaque ainda para a Portucel, que ganha 0,83% para os 2,435 euros, depois de ter tocado máximos de Maio de 2008 nos 1,4469 euros. Os títulos da cotada negoceiam amanhã pela última vez com direito ao dividendo de 15,64 cêntimos que será pago na próxima semana.

A animar a bolsa nacional está ainda a Galp Energia, que avança 0,28% para os 14,40 euros enquanto a Energias de Portugal (EDP) trava maiores ganhos com uma queda 0,96% para os 2,592 euros. Uma tendência também extensível à sua participada, EDP Renováveis, que perde 0,65% para os 4,401 euros.

Na banca, o sentimento é misto, com o Banco Comercial Português a escorregar 0,16% para os 0,607 euros e com o Banco Espírito Santo e Banco BPI a subirem 1,41% para os 2,944 euros e 1,25% para os 1,46 euros, respectivamente.
Ver comentários
Saber mais Bolsa mercados
Outras Notícias