Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cotações apontam para nova subida dos combustíveis

Os preços dos combustíveis, depois das subidas dos últimos dias, deverão voltar a aumentar na próxima semana, pelos menos a avaliar pelo comportamento dos derivados do petróleo nos mercados internacionais, que estão a acumular subidas significativas desde o final de Dezembro.

Paulo Moutinho | Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 16 de Janeiro de 2009 às 00:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...
Os preços dos combustíveis, depois das subidas dos últimos dias, deverão voltar a aumentar na próxima semana, pelos menos a avaliar pelo comportamento dos derivados do petróleo nos mercados internacionais, que estão a acumular subidas significativas desde o final de Dezembro.

Se nos próximos dias não se verificar uma inversão acentuada na negociação das matérias-primas, é possível que na próxima semana voltem a surgir novos aumentos dos combustíveis.

Esta semana foi marcada pelo regresso das subidas de preços dos combustíveis em Portugal. E porquê se o petróleo continua a negociar em torno dos 40 dólares por barril? Porque o gasóleo e a gasolina dispararam na semana passada devido às questões geopolíticas que envolvem a Rússia e a Ucrânia, e devido aos conflitos no Médio Oriente.

O facto da Arábia Saudita ter confirmado que está a produzir abaixo da sua quota também influenciou a negociação destes produtos. E a desvalorização do euro frente à divisa norte-americana encarece ainda mais os combustíveis para os europeus. Todas notícias pouco animadoras, já que conduzem a aumentos dos preços dos combustíveis.

O petróleo, o gasóleo e a gasolina têm vindo a aumentar nos mercados internacionais e esses aumentos estão a ser ainda mais expressivos em euros, pois a moeda única europeia tem estado a cair frente ao dólar.

Entre a semana terminada a 26 de Dezembro e ontem, o preço médio da tonelada de gasolina 95 octanas aumentou quase 36%, em euros, e a tonelada do gasóleo, negociada no mercado alemão, aumentou em mais de 17%. Estes comportamentos das matérias-primas nos mercados internacionais que servem de referência a Portugal induzem aumentos nos preços dos combustíveis nas bombas de abastecimento.

logo_empresas
Ver comentários
Outras Notícias