Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crise da dívida na Europa penaliza Wall Street

As bolsas norte-americanas estão a negociar em baixa, pressionadas pelos receios em torno da crise da dívida, a poucos dias da cimeira europeia.

Carla Pedro cpedro@negocios.pt 19 de Outubro de 2011 às 14:38
As praças do outro lado do Atlântico abriram em terreno devido aos receios de que não saia uma solução definitiva para a crise da dívida na cimeira do próximo domingo.

O dado relativo ao arranque de novas construções em Setembro nos EUA foi superior ao previsto, o que está a compensar o facto de os lucros da Apple terem ficado abaixo das estimativas. Não é, contudo, ainda suficiente para mudar a tendência pessimista da bolsa.

O índice industrial Dow Jones segue a perder 0,11%, fixando-se nos 11.564,4 pontos, enquanto o índice tecnológico Nasdaq recua 0,54% a negociar nos 2.643,10 pontos.

O S&P 500, por seu lado, cede 0,18% para se estabelecer nos 1.223,19 pontos.

A Intel ganha em torno de 4%, depois de prever vendas acima do esperado pelos analistas. Ainda no sector tecnológico, a Yahoo também ganha terreno, animada pela procura de publicidade, que contribuiu para que os lucros excedessem as estimativas.

Em contrapartida, a Apple negoceia no vermelho, penalizada pelos lucros abaixo das previsões dos analistas pela primeira vez em pelo menos seis anos.

Ver comentários
Saber mais Wall Street bolsas EUA Dow Jones S&P 500 Nasdaq
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio