Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Crude cai quase 2% com atraso da retaliação israelita ao território palestiniano

O preço do crude, em Nova Iorque, seguia a cair quase 2%, após Israel ter atrasado a retaliação ao ataque suicida que vitimou 15 palestinos na passada semana.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 13 de Maio de 2002 às 16:43
  • Partilhar artigo
  • ...
O preço do crude, em Nova Iorque, seguia a cair quase 2%, após Israel ter atrasado a retaliação ao ataque suicida que vitimou 15 palestinos na passada semana.

Os oficiais israelitas adiaram o plano de incursão na faixa de Gaza, devido a observarem que os palestinos estão a «trabalhar para a paz».

O crude, em Nova Iorque [CL1], para entrega em Junho, seguia a cair 1,93% para os 27,45 dólares.

O «brent», ou petróleo do Mar do Norte [CO1], para entrega em Junho, caia 1,71% para os 25,93 dólares.

Os tanques israelitas permaneceram do lado de fora da faixa de Gaza, preparados para entrar no território palestino caso houvesse mais ataques terroristas, segundo o ministro da Defesa israelita, Benjamim Ben-Eliezer, citado em comunicado.

«Nós estamos interessados em estabilizar o mercado petrolífero, a fim de atingir um preço justo para produtores e consumidores e a um nível que encoraje o investimento», disse Ali al-Naimi, ministro do petróleo da Arábia Sáudita.

A procura de petróleo irá aumentar no terceiro e quarto trimestre, situando-se entre os 76,6 milhões e os 77,8 milhões de barris por dia, mais 200 mil do esperado, divulgou a Agência Internacional da Energia (AIE).

Outras Notícias