Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Custo de aluguer de cargueiros aumenta preço dos combustíveis

As companhias petrolíferas e os produtores de petróleo estão a aumentar a quantidade de «ouro negro» que armazenam em cargueiros, uma situação que tem vindo a contribuir para que os custos do aluguer dos navios tenham mais do que duplicado desde Abril, re

Paulo Moutinho 11 de Julho de 2006 às 16:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As companhias petrolíferas e os produtores de petróleo estão a aumentar a quantidade de «ouro negro» que armazenam em cargueiros, uma situação que tem vindo a contribuir para que os custos do aluguer dos navios tenham mais do que duplicado desde Abril, reflectindo-se no preço final dos combustíveis.

O custo de contratar um cargueiro de dois milhões de barris do Médio Oriente para entregar no Japão subiu dos 55.10 WorldScale verificados a 6 de Abril, para os 116 WorldScale registados ontem.

Os pontos WorldScale são uma percentagem de uma taxa nominal, ou uma «flat rate», para uma rota específica. As «flat rates» são revistas anualmente pela WorldScale Association, com sede em Londres e em Nova Iorque, para reflectir as alterações nos custos dos combustíveis, das taxas portuárias e as taxas de juro.

À taxa de 116 WorldScale, o dono de um cargueiro que faça o transporte entre o Médio Oriente e a Coreia do Sul obtém um rendimento de 76 mil dólares por dia, cerca de 59 mil euros.

Segundo Simon Chattrubhuti, analista da Galbraith, a subida das cotações dos contratos futuros de petróleo está a encorajar as empresas petrolíferas a armazenar em cargueiros.

«As pessoas estão a aumentar as quantidades armazenadas, apesar de as reservas estarem elevadas» afirmou Chattrubhuti, acrescentando que «é muito simples: vale a pena comprar algo que está mais barato agora do que estará no futuro».

Para além da questão do aumento de armazenamento de petróleo em cargueiros, os valores dos fretes dos navios estão também a ser impulsionados pelo aumento das distâncias que os cargueiros têm que percorrer para entregar o petróleo às refinarias, isto devido ao forte aumento de consumo dos países asiáticos.

Segundo dados revelados na passada sexta-feira, a distância total que os cargueiros têm tido que percorrer para fazerem as suas entregas aumentou 14% para os 3,55 mil milhões de milhas por ano, o que significa que os navios ficam indisponíveis para serem alugados durante cada vez maiores períodos de tempo.

Segundo Chattrubhuti, o facto de as refinarias norte-americanas estarem actualmente a substituir a produção dos combustíveis mais utilizados durante o Inverno, como o gasóleo para aquecimento, e o fim dos programas de manutenção da Primavera estarão também a ser responsáveis pelo forte aumento da procura de cargueiros.

Ver comentários
Outras Notícias