Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Derrame de petróleo leva Fitch e Moody"s a cortarem "rating" da BP

A Fitch e a Moody s cortaram o "rating" atribuído à BP e assinalaram a possibilidade de efectuarem novas revisões em baixa, dado o aumento do risco da petrolífera em resultado do derrame no Golfo do México.

Paulo Moutinho 03 de Junho de 2010 às 14:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A Fitch e a Moody’s cortaram o "rating" atribuído à BP, e assinalaram a possibilidade de efectuarem novas revisões em baixa, dado o aumento do risco da petrolífera em resultado do derrame no Golfo do México.

A notação financeira de longo prazo da Fitch para a BP desceu de “AA+” para “AA”. No comunicado citado pela Bloomberg, a Fitch justifica: “Os riscos para o negócio da BP e para a sua situação financeira continuam a aumentar depois do acidente”, a 20 de Abril.

A Fitch colocou o “rating” em vigilância negativa, admitindo assim novas descidas da notação caso o fluxo de petróleo continue a aumentar e o segundo poço, a ser perfurado, não consiga estacar a fuga “num período apropriado”.

O derrame tem castigado fortemente as acções da BP. Desde 20 de Abril, os títulos da petrolífera já afundaram mais de 33%, com os investidores a temerem o impacto financeiro dos elevados custos de limpeza e das indemnizações a pagar.

Já a Moody’s cortou o “rating” dívida sénior sem garantias de “Aa2” para “Aa1” e as emissões a longo prazo de “Aa3” para “Aa2”.

Ver comentários
Outras Notícias