Bolsa Direitos disparam quase 9% no último dia de negociação e acções do BCP sobem 1%

Direitos disparam quase 9% no último dia de negociação e acções do BCP sobem 1%

Quem não quiser participar no aumento de capital do BCP tem até hoje ao final do dia para vender os direitos de subscrição. Em bolsa o arranque da sessão está a ser positivo, com os direitos a subirem quase 9% e as acções a apreciarem 1%.
Direitos disparam quase 9% no último dia de negociação e acções do BCP sobem 1%
Miguel Baltazar/Negócios
Sara Antunes 30 de janeiro de 2017 às 08:57

Os direitos de subscrição do aumento de capital do BCP estão a subir 8,99% para 80,0 cêntimos, o que está a impulsionar as acções do banco em 1,11% para 15,5 cêntimos.

 

Este é o último dia em que os direitos de subscrição do aumento de capital negoceiam. A partir de amanhã já não será possível comprar ou vender o acesso a mais acções do banco liderado por Nuno Amado.

 

E o desequilíbrio entre os dois activos mantém-se. Uma cotação das acções de 15,5 cêntimos correspondia a um valor teórico dos direitos de 91,50 cêntimos, um valor 14,4% acima da actual cotação. Já com os direitos a negociarem nos 80 cêntimos, as acções deveriam recuar para 14,73 euros, menos 5% do que a actual cotação.

 

Se é accionista e já decidiu que não quer investir mais dinheiro no banco, então tem obrigatoriamente que alienar em bolsa estes títulos que lhe foram creditados na conta quando os direitos foram destacados das acções (17 de Janeiro). Se não o fizer, vai perder grande parte do valor da sua carteira.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI