Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dois bancos britânicos estiveram a horas do colapso em 2008

O governador do Banco de Inglaterra, Mervyn King, adiantou que dois bancos britânicos estiveram horas com falta de liquidez no passado dia 6 de Outubro e no dia seguinte, num momento em que o sistema financeiro do país enfrentava a pior fase da crise financeira.

Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 24 de Setembro de 2009 às 08:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O governador do Banco de Inglaterra, Mervyn King, adiantou que dois bancos britânicos estiveram horas com falta de liquidez no passado dia 6 de Outubro e no dia seguinte, num momento em que o sistema financeiro do país enfrentava a pior fase da crise financeira.

“Dois dos nossos maiores bancos, que tinham tido dificuldades em financiar-se apenas podiam levantar capital por uma semana, depois por um dia e depois na segunda e na terça-feira não era possível para esse dois bancos estar confiantes que poderiam chegar ao final do dia”, adiantou King em declarações a um programa televisivo da BBC que vai ser transmitido hoje e que foram citadas pela agência Bloomberg.

De acordo com a BBC, os dois bancos eram o HBOS e o Lloyds TSB, que entretanto se fundiram no Lloyds Banking Group.

O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, anunciou um plano para investir 50 mil milhões de libras (55,4 mil milhões de euros) no sistema financeiro do país a 8 de Outubro do ano passado, para ajudar o sector, um mês depois do americano Lehman Brothers ter declarado falência.

O governador do Banco de Inglaterra acrescentou ainda que permitir que os bancos falissem teria parado a economia do país.

“As pessoas não teriam acesso ao dinheiro nesse banco”, realçou King, acrescentando que “os seus depósitos teriam sido congelados. As contas não estariam disponíveis para salários serem pagos, por isso muitas pessoas não receberiam o seu salário”.

Ver comentários
Outras Notícias