Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Dow fecha em máximo histórico com petróleo em mínimo de 7 meses

As bolsas norte-americanas fecharam a valorizar pela primeira vez em três sessões, uma vez que o facto do petróleo estar a negociar em mínimos de sete meses aumentou a expectativa positiva relativamente aos gastos de consumo na maior economia do mundo. O

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 03 de Outubro de 2006 às 21:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas norte-americanas fecharam a valorizar pela primeira vez em três sessões, uma vez que o facto do petróleo estar a negociar em mínimos de sete meses aumentou a expectativa positiva relativamente aos gastos de consumo na maior economia do mundo. O Dow Jones fechou no valor mais elevado de sempre.

O índice industrial norte-americano [indu] fechou a ganhar 0,49% para os 11.727,34 pontos, o valor de fecho mais elevado desde 2000. O Dow chegou também a tocar o valor "intraday" mais elevado desde Janeiro de 2000 nos 11.758,95 pontos.

O Nasdaq [ccmp] avançou 0,27% para os 2.243,65 pontos.

O preço do petróleo está a negociar em queda acentuada, recuando mais de 3% em Londres e Nova Iorque para novos mínimos de sete meses. A influenciar esta tendência está o facto dos analistas acreditarem que as reservas de combustíveis dos Estados Unidos voltaram a crescer na semana passada.

O crude em Nova Iorque desce 3,92% para os 58,64 dólares e o "brent" em Londres cai 3,34% para 58,43 dólares.

A impulsionar os índices estiveram empresas como a Intel, que subiu 0,64% para os 20,57 dólares e como a Wal-Mart que ganhou 2,09% para os 49,45 dólares.

Outras Notícias