Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP Renováveis avança mais de 2% e dá força a Lisboa

O PSI-20 segue no verde, num dia de regresso aos ganhos para as principais praças europeias.

Miguel Stilwell de Andrade, CEO da EDP e       da EDP Renováveis, apresentou o seu primeiro plano estratégico. E pintou-o de verde.
Paulo Alexandre Coelho
Leonor Mateus Ferreira 13 de Setembro de 2021 às 08:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 16
  • ...
A bolsa de Lisboa abriu em alta, num dia de regresso aos ganhos para as principais praças europeias. O PSI-20 ganha 0,8% para 5.349,04 pontos, com quase todas as cotadas em terreno positivo. A estrela é a EDP Renováveis, que dispara 2,3% na abertura para 22,44 euros por ação.

A acompanhar a tendência, a casa-mãe EDP sobe 0,84% para 4,71 euros. Já a petrolífera Galp Energia valoriza 0,85% para 8,28 euros por ação, no último dia em que as ações negoceiam com direito ao dividendo bruto de 25 cêntimos e numa altura em que o mercado petrolífero espera o relatório mensal da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) para avaliar a saúde do consumo.

Os preços do petróleo voltaram a subir acima dos 70 dólares por barril depois de terem registado o terceiro ganho semanal consecutivo na passada sexta-feira devido ao impacto na produção causado pelo furacão no Golfo do México. O Brent, negociado em Londres e que serve de referência para Portugal, está a subir 0,9% para os 73,60 dólares por barril e o norte-americano WTI (West Texas Intermediate) está a subir 1% para os 70,40 dólares.

A impulsionar o PSI-20 estão igualmente o BCP (que sobe 1%), as papeleiras -- a Altri soma 0,82% e a Navigator 0,77% -- e as retalhistas Jerónimo Martins e Sonae, que avançam 0,54% e 0,34%, respetivamente.

Em sentido contrário, a Novabase e a Pharol são as únicas cotadas no vermelho. Os CTT seguem inalterados nos 4,62 euros, depois de terem anunciado, na sexta-feira após o fecho do mercado, que o Banco CTT emitiu 250 milhões de euros em títulos de créditos, junto de investidores institucionais, para financiar empréstimos para a compra de automóveis usados.

Apesar dos receios com a propagação do vírus, do aperto regulatório na China e das novas investidas geopolíticas da Coreia do Norte, as ações europeias conseguiram arrancar a sessão em alta. O Stoxx 600 -- que agrega as maiores empresas do continente -- ganha 0,43%, enquanto o francês CAC 40 sobe 0,55%, o IBEX 35 soma 0,73% e o alemão DAX avança 0,66%.
Ver comentários
Outras Notícias