Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP baixa "spread" para metade no espaço de quatro meses

A Energias de Portugal fixou hoje o preço de uma emissão obrigacionista de mil milhões de euros, que terá um "spread" de 135 pontos base, cerca de metade do verificado na emissão realizada em Fevereiro.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 18 de Junho de 2009 às 10:15
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Energias de Portugal fixou hoje o preço de uma emissão obrigacionista de mil milhões de euros, que terá um “spread” de 135 pontos base, cerca de metade do verificado na emissão realizada em Fevereiro.

Em comunicado a EDP adianta que “fixou hoje o preço de uma emissão de obrigações no montante de mil milhões de euros, com vencimento em Setembro de 2016 e juros à taxa mid swap acrescida de um spread de 135 pontos base”.

O preço desta emissão é bem inferior ao da última realizada pela eléctrica. Em Fevereiro a empresa liderada por António Mexia realizou uma emissão de obrigações a 5 anos, no montante de mil milhões de euros, remuneradas com um “spread” de 2,65 pontos percentuais.

A emissão de hoje é um claro sinal de melhoria no mercado de dívida e no maior apetite dos investidores por obrigações empresariais, uma vez que o “spread” a pagar pela EDP baixou para quase metade.

No comunicado de hoje, a EDP assinala que “esta emissão destina-se a financiar as necessidades decorrentes da actividade normal da empresa, permitindo alongar o seu prazo de maturidade e reforçar a flexibilidade financeira”.

Nesta transacção actuaram como “Joint-Lead Managers” o BES Investimento, Caixa BI, JP Morgan, Royal Bank of Scotland e Société Générale e como “Co-Leaders” o BPI, La Caixa e Millennium Investment Banking.

Ver comentários
Outras Notícias