Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP e Banco BPI impulsionam Euronext Lisbon (act)

As acções da Electricidade de Portugal e do Banco BPI – que atingiu um máximo desde Junho de 2001 - impulsionaram hoje a Euronext Lisbon, que registou o menor ganho da Europa penalizada pelas quedas da Portugal Telecom – em queda há cinco sessões - e do B

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 18 de Dezembro de 2003 às 17:31
  • Partilhar artigo
  • ...

As acções da Electricidade de Portugal e do Banco BPI – que atingiu um máximo desde Junho de 2001 - impulsionaram hoje a Euronext Lisbon, que registou o menor ganho da Europa penalizada pelas quedas da Portugal Telecom – em queda há cinco sessões - e do Banco Comercial Português. O PSI-20 subiu 0,19% depois de ter fixado novo máximo do ano.

O PSI-20 [psi20] terminou a valer 6.643,50 pontos, depois de ter fixado um novo máximo do ano nos 6.656,14 pontos. 13 empresas terminaram a subir, quatro fecharam em queda, enquanto três fecharam com o preço de ontem. Os principais índices europeus registaram ganhos perto de 1%.

O Banco BPI [BPIN] voltou a ser o principal responsável pela valorização do PSI-20, verificando hoje uma valorização de 1,08% para os 2,81 euros. O banco liderado por Artur Santos Silva fixou um máximo desde Junho de 2001 nos 2,82 euros.

«Os investidores parecem acreditar que o BPI é um possível alvo de uma aquisição», explicou a Espírito Santo Research no Iberian Daily de hoje.

A Electricidade de Portugal [EDP] apreciou 0,49% para os 2,05 euros, depois de ontem ter sido aprovado pelo Governo a terceira fase de reprivatização da Galp Energia, um passo que pode indicar a aceleração do processo de reestruturação do sector energético.

O Banco Espírito Santo [BESNN] avançou 0,47% para os 12,85 euros, enquanto o Banco Comercial Português contrariou o sentimento do sector ao recuar 0,57% para os 1,75 euros.

A pressionar ainda o índice voltou a estar a Portugal Telecom [PTC], com uma desvalorização de 0,39% para os 7,65 euros, na quinta sessão consecutiva de quedas.

Ainda da parte dos ganhos, a Cimpor [CIMP] somou 1,22% para os 4,14 euros, a Impresa [IPR] valorizou 1,8% até aos 3,40 euros e a Teixeira Duarte [TXDE] – apesar de provavelmente ir sair do PSI-20 – disparou 6,25% até aos 0,85 euros.

A Corticeira Amorim [COR] prossegue a tendência ascendente e hoje somou mais 2,88% para os 1,07 euros, depois de ter fixado um máximo do ano nos 1,12 euros. A Euronext Lisbon deve anunciar amanhã que a Corticeira Amorim vai integrar o PSI-20 a partir de 1 de Janeiro de 2004.

Outras Notícias