Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP e Galp perdem mais de 2% e deixam bolsa no vermelho

A bolsa nacional recuou pela segunda sessão consecutiva penalizada pelo sector da energia. Nos restantes mercados europeus o sentimento foi igualmente negativo.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 18 de Setembro de 2012 às 16:44
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...
O principal índice da bolsa nacional perdeu 1,81% para os 5.301,60 pontos, naquela que foi a segunda sessão consecutiva de quedas. Dos 18 títulos que, por agora, compõem a bolsa nacional apenas a EDP Renováveis fechou em terreno positivo, no dia em que o Nomura subiu a recomendação da empresa liderada por Manso Neto.

A maioria dos mercados europeus negociou hoje no vermelho aliviando, pela segunda sessão consecutiva, dos fortes ganhos registados na semana passada e que levaram o índice de referência da região para um máximo de 15 meses. Excepção para o mercado grego que fechou a ganhar 3,96%.

Na bolsa nacional, a EDP Renováveis foi hoje o único destaque positivo numa sessão fortemente negativa para os restantes títulos do sector energético.

A EDP foi mesmo a cotada que mais penalizou o PSI-20 ao cair 2,53% para os 2,238 euros. Já a Galp Energia recuou 2,16% para os 12,915 euros.

As maiores quedas registaram-se, porém, no sector bancário. O BES perdeu 4,44% para os 0,645 euros, enquanto o BPI recuou 4,12% para os 0,815 euros. O BCP fechou inalterado nos 0,06 euros, com mais de 66 milhões de títulos negociados.

O Banif, que na próxima segunda-feira, 24 de Setembro, regressa ao PSI-20, caiu 4,55% para os 21 cêntimos por acção.

No sector das telecomunicações, a Zon foi a cotada que mais desvalorizou ao perder 3,42% para os 2,20 euros. A Portugal Telecom recuou 1,10% para os 3,965 euros e a Sonaecom perdeu 2,22% para 1,28 euros.

(Notícia actualizada às 16h46)
Ver comentários
Saber mais bolsa nacional PSI-20 EDP Galp Energia
Outras Notícias