Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP e Nos levam bolsa nacional a perder mais de 1%

Com 15 cotadas em terreno negativo, o mercado português recua mais de 1% e acompanha a tendência de queda das restantes praças europeias. A EDP e a Nos são os títulos que mais penalizam o PSI-20 ao perderem mais de 2%.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 24 de Novembro de 2015 às 13:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O principal índice do mercado nacional perde 1,43% para 5.222,38 pontos, com 15 cotadas em queda, duas em alta e uma inalterada. A maioria dos mercados europeus perde mais de 1%, num dia marcado pela forte queda da bolsa russa. O índice Micex perde mais de 2%, e interrompe um ciclo de seis sessões em alta, depois de a Turquia ter abatido um avião russo junto à fronteira com a Síria.

Os mercados do Velho Continente estão também a ser penalizados pelo sector do turismo, no rescaldo dos atentados de Paris e do cerco de Bruxelas.

Em Lisboa são os títulos da Nos e da EDP que mais penalizam o PSI-20. A operadora perde 2,07% para 7,242 euros, enquanto a eléctrica recua 2,28% para 3,213 euros. Ainda no sector da energia, a EDP Renováveis cai 1,04% para 6,28 euros e a Galp desvaloriza 1,55% para 9,49 euros.

Na banca o sentimento é, igualmente, negativo. O BPI lidera as quedas ao perder 3,22% para 1,083 euros e BCP cai 1,40% para 4,93 cêntimos. O Banif segue inalterado nos 0,0024 euros.   

A Mota-Engil recua 0,10% para 2,07 euros e a subsidiária africana ganha 0,17% para 6,04 euros, após ter aprovado, em assembleia-geral, a saída da bolsa de Amesterdão no próximo dia 10 de Dezembro. 

Neste momento, apenas a Portucel e a Semapa negoceiam em terreno positivo ao valorizarem, respectivamente, 0,26% e 1,91%. A Semapa anunciou esta terça-feira a convocação de uma assembleia geral extraordinária para deliberar sobre a distribuição parcial de reservas livres. A empresa propõe a distribuição de um dividendo de 0,75 euros. 

Fora do PSI-20, a Cofina perde 1,35% para 43,9 cêntimos depois de o Caixa Banco de Investimento ter cortado o preço-alvo da empresa em 23% para 50 cêntimos por acção e a recomendação de comprar para acumular.
Ver comentários
Saber mais bolsa de Lisboa PSI 20 mercados banca Euronext
Outras Notícias