Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP e Nos levam bolsa nacional a ganhar mais de 1%

A bolsa nacional acentuou os ganhos registados na abertura com 10 cotadas a valorizar mais de 1%. O PSI-20 acompanha as subidas dos congéneres europeus num dia marcado pela vitória dos conservadores no Reino Unido.

Pedro Elias/Negócios
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 08 de Maio de 2015 às 10:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • 30
  • ...

O principal índice do mercado nacional avança 1,21% para 6.072,52 pontos, com 15 cotadas em alta e três em queda. Na Europa, o mercado britânico destaca-se com uma valorização superior a 1% após a vitória de David Cameron nas eleições gerais no Reino Unido.

 

O actual primeiro-ministro britânico poderá vencer com uma votação superior à das anteriores eleições e chegar mesmo à maioria absoluta.

 

Na bolsa nacional, a EDP e a Nos são as cotadas que mais impulsionam o PSI-20 ao valorizarem, respectivamente, 3,05% e 2,51%. A eléctrica liderada por António Mexia negoceia nos 3,618 euros após ter anunciado que os lucros referentes ao primeiro trimestre do ano estabilizaram nos 297 milhões de euros.

 

Em forte alta segue também a Sonae SGPS, que ontem revelou que o resultado líquido dos primeiros três meses do ano duplicou para 20 milhões de euros quando comparado com o período homólogo. As acções da holding avançam 4,13% para 1,287 euros.

 

Entre as cotadas do PSI-20, o Banif regista a maior valorização no dia em que o Negócios noticia que o banco liderado por Jorge Tomé está a negociar a venda da posição do Estado com um grupo de investidores. As negociações com os potenciais compradores já se encontram numa fase avançada. As acções sobem 4,48% para 0,007 euros. 

 

As restantes cotadas do sector bancário também negoceiam em terreno positivo. O BCP ganha 0,91% para 0,0886 euros e o Banco BPI avança 0,41% para 1,464 euros.

 

A travar maiores ganhos na bolsa nacional está a Portucel, que hoje negoceia, pela primeira vez, sem direito ao dividendo de 2014 (0,433 euros). As acções perdem 8,72% para 3,989 euros. Mas, ainda assim, a empresa negoceia acima do valor de fecho de ontem descontada do dividendo.  

Ver comentários
Saber mais bolsa de Lisboa PSI 20 mercados banca
Outras Notícias