Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EDP prevê aumentar em 3% dividendo de 2016

A eléctrica prevê aumentar o dividendo relativo ao exercício de 2016 para os 19 cêntimos e compromete-se a manter uma política de dividendos estável nos próximos anos.

391 – EDP - A EDP continua a ser a melhor posicionada, à frente da Galp Energia e da Jerónimo Martins. Surge na posição 391 de um total de 2000, abaixo do 349º posto obtido no ano passado. Perdeu 42 posições.
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 05 de Maio de 2016 às 09:32
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A EDP prevê manter uma política de remuneração a accionistas atractiva, prevendo pagar um dividendo de 19 cêntimos por acção em 2016, 3% acima dos 18,5 cêntimos que a empresa vai pagar relativos ao exercício de 2015.

A eléctrica portuguesa que divulgou esta quarta-feira, 4 de Maio, um crescimento dos lucros do primeiro trimestre de 11% para 263 milhões de euros, adianta numa apresentação para investidores que deverá aumentar em 3% o seu dividendo em 2016, para 19 cêntimos por acção. Face à cotação actual (3,283 euros), este dividendo garante uma rentabilidade de 5,79%.

Na sua apresentação para os investidores divulgada no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), onde traça a estratégia para o período de 2016 a 2020, a empresa prevê manter a sua política de dividendos estáveis, comprometendo-se a continuar a aumentar o seu dividendo.

A companhia liderada por António Mexia adianta ainda que tem como objectivo manter um "payout" (percentagem dos lucros que a empresa distribui sob a forma de dividendos) de 65% a 75% entre 2016 e 2020.

Ver comentários
Saber mais edp dividendo accionistas remuneração 2016 acções renováveis energia
Outras Notícias