Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Erro de programação no Goldman Sachs coloca acções a um dólar

Apesar de todos os esforços para prevenir que ocorram problemas na negociação de acções, ontem, terça-feira, ficou provado através de um erro do Goldman Sachs que os perigos não desapareceram.

Jorge Garcia jorgegarcia@negocios.pt 21 de Agosto de 2013 às 14:40
  • Partilhar artigo
  • 12
  • ...

Um erro de programação ocorrido ontem, terça-feira, no Goldman Sachs, levou a que a empresa enviasse ordens não intencionais para a negociação de acções a um dólar, cerca de 74,74 cêntimos de euro, de acordo com a Bloomberg.

 

Este engano ocorreu devido a uma imprecisão do sistema utilizado pela empresa, que ajusta as acções à procura, definindo os valores limite.

 

As perdas do quinto maior banco norte-americano em activos ainda não são conhecidas, e apenas serão divulgadas após se saber que contratos vão ser cancelados. Esta área de negócio contribuiu com metade das receitas totais da empresa.

 

Alguns investidores têm demonstrado preocupação com o crescente domínio das transacções electrónicas. Estes consideram que erros como o do Goldman Sachs são inevitáveis.

 

Há um ano, o Knight Capital Group foi parar à beira da falência depois de um erro nas negociações. Esta semana, as autoridades chinesas começaram a investigar a Everbright Securities depois desta ter enviado ordens de compra incorrectas, no valor de 3,8 mil milhões de dólares, que levaram o índice de Xangai a subir 6% em apenas dois minutos.

 

“Pode acontecer a toda a gente, nenhuma empresa está imune”, afirmou Matt McCormick, da Bahl & Gaynor, à Bloomberg. “Como é o Goldman Sachs o erro pode tomar grandes proporções”, acrescentou.

Ver comentários
Saber mais Goldman Sachs acções erro de programação
Outras Notícias