Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Espanha elimina limite máximo de 2% de aumento anual da electricidade

O Governo espanhol aboliu o limite máximo de 2% para os aumentos anuais de electricidade para as famílias, depois das companhias terem registado défices elevados este ano provocados pelos elevados preços dos combustíveis.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 23 de Junho de 2006 às 18:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Governo espanhol aboliu o limite máximo de 2% para os aumentos anuais de electricidade para as famílias, depois das companhias terem registado défices elevados este ano provocados pelos elevados preços dos combustíveis.

O Executivo liderado por José Luís Zapatero, anunciou ainda que reservou 9,7 mil milhões de euros para desperdícios nucleares para os próximos 60 anos e aprovou subsídios para a produção de electricidade através de carvão.

Os preços da electricidade vão continuar a ser estabelecidos pelo Governo, mas a partir de 2007 os aumentos vão poder reflectir melhor os elevados custos de geração, segundo a Reuters.

«Isto vai assegurar que as alterações do preço médio ou de referência vão cobrir inteiramente os custos e evitar que se repita o que aconteceu em 2006», afirmou o ministro da Indústria depois da reunião onde os responsáveis aprovaram as medidas anunciadas.

As eléctricas espanholas estão a enfrentar défices elevados este ano, prejuízos que vão tentar recuperar nos próximos 15 anos, segundo os dados do governo, citados pela agência.

O Executivo espanhol aprovou ainda subsídios até 10 euros por megawatt (MW) por hora para geração de electricidade produzida com carvão.

Ver comentários
Outras Notícias