Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Espanha vai reduzir emissão de dívida em um terço no próximo ano

O país vai cortar a emissão de dívida soberana em cerca de um terço no próximo ano quando comparando com o plano inicial, afirmou Elena Salgado em entrevista ao Financial Times.

Negócios negocios@negocios.pt 02 de Dezembro de 2010 às 13:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Segundo a ministra das Finanças espanhola, para compensar a redução da emissão de dívida, o Governo venderá 30% da empresa estatal espanhola Loterias y Apuestas del Estado (empresa que gere as lotarias em Espanha).

O Governo permitirá também que os aeroportos de Madrid e Barcelona sejam geridos por privados, no âmbito de um plano que possibilita aos investidores comprarem 49% do negócio de gestão dos aeroportos. Esta medida permitirá um encaixe de oito mil milhões de euros.

“Isto permitirá uma redução do nosso ‘stock’ de dívida”, afirmou Elena Salgado estimando que o Tesouro apenas necessite emitir cerca de 30-31 mil milhões de euros de novas obrigações em 2011. Isto compara com os 45 mil milhões de euros inicialmente previstos.

A responsável explica ainda que “em termos de consolidação orçamental, o efeito será praticamente neutro”. Mas, acrescenta, “deverá estimular a actividade porque encoraja a criação de pequenas empresas e porque a privatização estimula a actividade”.

Segundo o jornal, Elena Salgado reafirmou que o governo está firme no compromisso de atingir os seus objectivos orçamentais.

A ministra das Finanças sublinhou ainda o facto de Itália e Bélgica, bem como Portugal e Espanha, terem sido afectados pelos movimentos dos mercados.

“Nos últimos dias, os ataques dos mercados afectaram 40% da Zona Euro em tremos do PIB”, explicou, acrescentando que “quando há um problema que afecta 40% do PIB da Zona Euro, é um problema sistémico, não de um ou outro país”.





Ver comentários
Saber mais Espanha dívida Elena Salgado emissão
Mais lidas
Outras Notícias