Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

EUA anuncia corte de despesas após atingir tecto da dívida de 14 biliões de dólares

Os Estados Unidos alcançaram o tecto da dívida de 14,3 biliões de dólares (10,13 biliões de euros) e estão a adoptar medidas de cortes na despesa, como cortes no investimento, para evitarem ultrapassar o limite da dívida fixado.

Andreia Major amajor@negocios.pt 16 de Maio de 2011 às 16:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • 7
  • ...
O secretário do Tesouro, Timothy Geithner, declarou que irá suspender o investimento nos dois maiores fundos de pensões do governo. Esta medida atrasa a possibilidade de violação do limite da dívida que apenas deverá ser revisto a 2 de Agosto.

O Congresso está actualmente a negociar um aumento do limite da dívida, sem o qual os Estados Unidos se arriscam a incorrer em default.

“Escrevi ao Congresso em ocasiões precedentes relativamente à importância de agir oportunamente para aumentar o limite da dívida, com o objectivo de proteger a plena fé e o crédito dos Estados Unidos e evitar as consequências económicas catastróficas para os cidadãos”, disse Geithner numa carta que escreveu ao Congresso.

“Motivo novamente o Congresso a actuar para aumentar o limite estatuário da dívida o mais brevemente possível.” O montante total dos pagamentos suspensos nos dois fundos de pensões serão recuperados se o Congresso subir o tecto da dívida.

Em declarações ao programa televisivo "Face the Nation", transmitido pela CBS, o Presidente dos Estados Unidos disse que "os Estados Unidos poderão ter a pior recessão que já tiveram alguma vez." O Presidente alertou para o risco do limite da dívida, que foi hoje alcançado.

Barack Obama alertou ontem que a incapacidade de subir o tecto da dívida americana poderia arruinar as finanças públicas e ameaçar o crescimento da economia norte-americana.

O Presidente advertiu que o país poderia estar em perigo caso não se acordasse o aumento do tecto da dívida americana, podendo mesmo enfrentar a pior recessão que já viveu alguma vez.

O Congresso norte-americano estabelece um limite para o nível total da dívida nacional desde 1917. O tecto é negociado periodicamente. Geithner definiu previamente o prazo para o acordo de subida do tecto da dívida para 8 de Julho, porém, já declarou que o prazo poderá ser alargado para 2 de Agosto.

Ver comentários
Saber mais Estados Unidos Timothy Geithner dívida
Outras Notícias