Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euribor avançam pela quinta sessão consecutiva com agravar da crise no crédito

As Euribor subiram pela quinta sessão consecutiva, superando a fasquia dos 4,5% em todas as maturidades, excepto a um mês, devido ao agravar na crise do crédito.

Paulo Moutinho 10 de Março de 2008 às 13:04
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As Euribor subiram pela quinta sessão consecutiva, superando a fasquia dos 4,5% em todas as maturidades, excepto a um mês, devido ao agravar na crise do crédito.

A taxa interbancária a seis meses, a mais utilizada como indexante nos créditos à habitação em Portugal, avançou para os 4,554%, regressando a níveis do início do mês de Janeiro. A Euribor a três meses, à semelhança da de doze meses, avançou para os 4,558%.

A contribuir para a nova "escalada" das taxas Euribor está o aumento do financiamento do sector financeiro no mercado. Este financiamento é justificado com a necessidade da banca cobrir as perdas relacionadas com a crise de crédito de elevado risco, o "subprime".

A crise de crédito de elevado risco instalou-se nos mercados financeiros em meados de Julho, provocando fortes perdas para o sector bancário. As autoridades monetárias dos EUA e da Europa tomaram medidas para tentar travar a crise, injectando dinheiro nos mercados.

Como a crise de crédito provocou perdas acentuadas no sector financeiro, os bancos começaram a precisar de dinheiro para se financiarem e cobrirem parte das perdas. As entidades que tinham disponibilidade financeira para emprestar dinheiro começaram a cobrar juros mais elevados para cobrirem os riscos associados.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias