Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euribor volta a subir apesar da espectativa de manutenção de juros

As taxas Euribor, os indexantes mais recorrentes no crédito à habitação em Portugal, regressaram aos ganhos, apesar dos receios com o abrandamento económico.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 12 de Agosto de 2008 às 11:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
As taxas Euribor, os indexantes mais recorrentes no crédito à habitação em Portugal, regressaram aos ganhos, apesar dos receios com o abrandamento económico na Zona Euro, o que poderá obrigar o Banco Central Europeu (BCE) a cortar os juros.

A Euribor a seis meses registou o maior ganho entre os diferentes prazos da taxa, ao subir para os 5,157%. Já a taxa a três meses avançou pela primeira vez em três sessões, ao registar uma subida para os 4,966%. A mesma evolução foi registada na Euribor a 12 meses que atingiu os 5,314%, depois da primeira valorização em seis sessões.

Depois do BCE manter a taxa de juro inalterada nos 4,25%, o mercado focou as suas atenções no discurso do presidente da autoridade, Jean-Claude Trichet, que salientou as preocupações com o crescimento económico da Zona Euro.

Após o discurso, proferido na semana passada, o mercado acalmou em relação a possíveis aumentos de juros, o que levou a uma queda das taxas Euribor.

No entanto, a instabilidade no mercado mantém-se com os bancos europeus a continuarem a realizar amortizações de capital e a apresentarem resultados preocupantes, o que poderá justificar a subida das taxas Euribor.

Ver comentários
Outras Notícias