Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro cai depois de atingir máximo histórico com dados dos EUA

O dólar valorizou-se face ao euro depois de este ter atingido um máximo histórico, esta manhã, nos 1,2438 dólares, com os pedidos de subsídios de desemprego nos Estados Unidos a caírem mais que o previsto pelos analistas, indiciando a criação de emprego e

Pedro Viana pviana@mediafin.pt 18 de Dezembro de 2003 às 17:03
  • Partilhar artigo
  • ...

O dólar valorizou-se face ao euro depois de este ter atingido um máximo histórico, esta manhã, nos 1,2438 dólares, com os pedidos de subsídios de desemprego nos Estados Unidos a caírem mais que o previsto pelos analistas, indiciando a criação de emprego em Dezembro.

O euro seguia valer 1,2376 dólares, menos 0,29% que o fecho de ontem, com o número de pedidos de desemprego a descer para 353 mil na semana que findou no sábado, contra os 375 mil da semana anterior. Eram esperados 365 mil pedidos pelos analistas.

Por outro lado, o índice que reúne os principais indicadores económicos dos Estados Unidos registou em Novembro uma subida de 0,3%, em linha com as previsões dos analistas.

O dólar registou subidas também face à moeda nipónica, sendo agora necessários 108,01 ienes ao invés de 107,41, para comprar uma moeda americana. Alguns analistas afirmam mesmo que a moeda norte-americana está a posicionar-se para proceder a uma recuperação.

Jean-Claude Trichet, presidente do Banco Central Europeu, afirmou ao Wall Street Journal ser a favor de um euro «forte e estável». Já Romano Prodi, presidente da Comissão Europeia, afirmou que uma subida mais acentuada do euro vai dificultar o crescimento na economia da Zona Euro.

Com a valorização do dólar, o ouro desceu de um máximo de sete anos. Um dólar mais forte pode aliviar a procura do metal amarelo. O contrato futuro do ouro com data de liquidação para Fevereiro do próximo ano caiu 3,50 dólares (2,82 euros) para 409,10 dólares (329,84 euros).

Outras Notícias