Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro fecha 2007 com ganho de 11% face ao dólar

O euro encerra o ano de 2007 com uma valorização de 11% face ao dólar, o segundo ganho anual consecutivo face à moeda norte-americana. O dólar foi penalizado pela crise do "subprime" e os consequentes receios de abrandamento económico que levaram a Reserv

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 31 de Dezembro de 2007 às 10:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O euro encerra o ano de 2007 com uma valorização de 11% face ao dólar, o segundo ganho anual consecutivo face à moeda norte-americana. O dólar foi penalizado pela crise do "subprime" e os consequentes receios de abrandamento económico que levaram a Reserva Federal norte-americana a reduzir os juros no país em 1 ponto percentual.

O euro valorizou 11% face ao dólar, em 2007, terminando o ano a negociar acima dos 1,47 dólares, contra 1,32 dólares a 1 de Janeiro. Em 2006, o euro subiu 2,8% face à divisa dos Estados Unidos.

A moeda única beneficiou da redução do diferencial entre os juros praticados na Zona Euro e nos Estados Unidos.

O Banco Central Europeu subiu a taxa de juro de referência, em 25 pontos base, duas vezes este ano, de 3,5% para 4%. O terceiro aumento, que era esperado pelo mercado em Julho, acabou por não ser concretizado devido ao despoletar da crise do "subprime" nos Estados Unidos que teve consequências em todos os mercados mundiais.

A crise do mercado de crédito hipotecário de alto risco e no sector imobiliário dos Estados Unidos levou a Reserva Federal norte-americana a reduzir os juros no país, de 5,25% para 4,25%, para contrariar os sinais de abrandamento económico cada vez mais evidentes.

Após as intervenções dos bancos centrais, na Europa e nos EUA, as taxas de juro das duas regiões ficaram a apenas 0,25 pontos percentuais de distância, o intervalo mais curto desde o início de 2005 o que beneficiou o euro. A moeda única atingiu o valor mais alto de sempre no final de Novembro, atingindo os 1,4967 dólares.

As expectativas do mercado para 2008 apontam para mais uma descida dos juros nos Estados Unidos, já em Janeiro, para os 4%.

Ver comentários
Outras Notícias