Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro negoceia acima dos 1,16 dólares

O euro está a valorizar pela sétima sessão consecutiva e a viver o ciclo mais longo de ganhos desde Dezembro de 2013. A moeda única está a negociar em máximos de nove meses.

Vera Ramalhete veraramalhete@negocios.pt 03 de Maio de 2016 às 09:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O euro segue a valorizar e já quebrou a fasquia dos 1,16 dólares. Há sete sessões consecutivas que a moeda única avança, apoiada na desvalorização do dólar e nos dados económicos acima do esperado na Zona Euro. Esta é a série de ganhos mais longa do euro desde Dezembro de 2013.

A moeda única já valorizou um máximo de 0,71% para 1,1616 dólares, esta terça-feira, o valor mais elevado desde 25 de Agosto de 2015 (quando tocou nos 1,1623 dólares). Segue a apreciar 0,68% para 1,1612 dólares. Em Abril, o euro avançou 0,62%, pelo terceiro mês consecutivo. Sobe 6,77% desde o início do ano.

A impulsionar o euro estão os dados revelados pelo Eurostat, na sexta-feira. A economia da Zona Euro cresceu mais do que o previsto e o desemprego caiu para o valor mais baixo desde 2011. Além disso, a fraqueza do dólar causada pela redução da aposta dos investidores na subida dos juros pela Reserva Federal (Fed) também impulsiona a moeda única.

Apenas 12% dos investidores inquiridos pela Bloomberg antecipa uma subida das taxas de referência em Junho. A publicação de uma subida da produção industrial inferior ao esperado, em Abril, reforçou a perspectiva de que a Fed irá adiar a subida dos juros.

"O dólar não tem registado um desempenho particularmente bom nas últimas semanas, à medida que a Fed caminha no sentido de adiar os juros", diz Shaun Osborne, à Bloomberg. " E esta é uma situação que irá certamente continuar no médio prazo", antecipa o especialista de câmbio do Bank of Nova Scotia, em Toronto.

Assim, o índice da Bloomberg para o dólar segue a cair 0,47% para 1.150,90 pontos, próximo de mínimos de um ano. Cai 0,8% para 105,56 ienes, um mínimo de 18 meses.

Ver comentários
Saber mais euro dólar BCE moeda única câmbio Fed
Outras Notícias