Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro pouco alterado com expectativa sobre reunião do BCE

O euro seguia pouco alterado, a ganhar 0,06% face ao dólar, com os mercados na expectativa sobre uma possível descida de taxas de juro na Zona Euro na próxima reunião do Banco Central Europeu (BCE), que se realiza na quinta-feira.

João Mata 16 de Julho de 2001 às 17:26
  • Partilhar artigo
  • ...
O euro seguia pouco alterado, a ganhar 0,06% face ao dólar, com os mercados na expectativa sobre uma possível descida de taxas de juro na Zona Euro na próxima reunião do Banco Central Europeu (BCE), que se realiza na quinta-feira.

A moeda única cotava nos 0,8553 dólares e valorizava 0,38% relativamente à divisa nipónica, ao negociar nos 107,19 ienes.

O comportamento do euro reflectia «uma certa expectativa sobre o que o BCE vai decidir na próxima reunião», defendeu Maria Amélia Valverde, analista do Banco Espírito Santo (BES).

A mesma fonte referiu também que «para já, o consenso do mercado aponta para que as taxas não desçam, tendo em conta as afirmações dos responsáveis do BCE ao longo das últimas semanas».

Na semana passada, a autoridade monetária europeia defendeu que o actual nível do preço do dinheiro na Zona Euro é «apropriado» para conter as pressões inflacionistas no médio prazo, indiciando que não deverá baixar as taxas de juro enquanto não existirem sinais de recuo dos preços na zona da moeda única.

Em Maio, a taxa de inflação da Zona Euro, medida pelo índice de preços no consumidor (IPC) harmonizado, cresceu para os 2,9%, alargando o diferencial face à meta de 2% traçada pelo BCE para este indicador.

Segundo dados divulgados hoje pelo Governo germânico, os preços nas vendas dos grossistas alemães recuaram 0,5% em Junho, registando a primeira queda em cinco meses, quando as previsões dos analistas apontavam para uma progressão dos preços na ordem dos 0,2% face a Maio.

Estes dados indiciam que as pressões inflacionistas estão a enfraquecer na Alemanha, a maior economia da Zona Euro, confirmando os sinais avançados por outros indicadores económicos divulgados recentemente, nomeadamente a queda da inflação germânica para os 3,1% em Junho, face aos 3,6% registados no mês anterior.

A principal taxa de juro do BCE situa-se actualmente nos 4,5%, tendo a autoridade monetária da Zona Euro efectuado uma única redução de 25 pontos base desde o início deste ano, no dia 10 de Maio, para tentar estimular a economia europeia.

A descida do preço do dinheiro costuma impulsionar o investimento e o consumo, através da redução dos encargos associados à contracção de empréstimos. No entanto, este movimento pode também levar ao aumento das pressões inflacionistas, devido à subida da procura.

Cada euro vale 200,482 escudos.

Ver comentários
Outras Notícias