Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro recua com receios de manutenção dos juros pelo BCE

O euro perdia 0,28% face ao dólar, prejudicado pelas expectativas de que o Banco Central Europeu (BCE) poderá não baixar os juros na Zona Euro na sua reunião desta semana, preferindo continuar a aguardar por sinais de descida da inflação.

João Mata 27 de Agosto de 2001 às 17:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O euro perdia 0,28% face ao dólar, prejudicado pelas expectativas de que o Banco Central Europeu (BCE) poderá não baixar os juros na Zona Euro na sua reunião desta semana, preferindo continuar a aguardar por sinais de descida da inflação.

A moeda única negociava nos 0,9116 dólares e desvalorizava 0,4% relativamente à divisa nipónica, ao transaccionar nos 109,46 ienes.

O BCE vai reunir na próxima quinta-feira para decidir sobre a política monetária, com os analistas a recearem que a autoridade monetária europeia poderá manter a sua taxa directora inalterada nos 4,5%, apesar dos recentes sinais de abrandamento na Zona Euro.

O produto interno bruto (PIB) da Alemanha, a maior economia da zona da moeda única, permaneceu estagnada no segundo trimestre deste ano, o que já levou o Governo germânico a admitir rever em baixa as suas previsões de crescimento económico, que apontam para um aumento do PIB na ordem dos 2% para 2001.

Nas últimas semanas, vários membros do BCE têm vindo a afirmar que pretendem ver sinais «concretos» de abrandamento do M3 antes de iniciarem um movimento descendente ao nível das taxas de juro.

O agregado da massa monetária da Zona Euro, ou M3, funciona como um indicador avançado relativamente à evolução da inflação europeia. Em Junho, o M3 aumentou para os 6,1%, acima da meta de 4,5% traçada pelo BCE.

A principal taxa de juro do BCE situa-se actualmente nos 4,5%, depois daquela instituição ter efectuado um único corte de 25 pontos base desde o início deste ano, na tentativa de impulsionar o crescimento económico na Zona Euro.

Quando os juros descem, o investimento e o consumo costumam aumentar, devido à redução dos encargos associados à contracção de financiamentos.

Cada euro vale 200,482 escudos.

Outras Notícias