Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro regista quarta semana consecutiva de perdas face ao dólar

O euro seguia a desvalorizar e prepara-se para registar a quarta semana consecutiva de perdas face à moeda norte-americana. Estas quedas estão relacionadas com o cenário de subida dos juros nos EUA, o que impulsiona o dólar.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 08 de Abril de 2005 às 13:00

O euro seguia a desvalorizar e prepara-se para registar a quarta semana consecutiva de perdas face à moeda norte-americana. Estas quedas estão relacionadas com o cenário de subida dos juros nos EUA, o que impulsiona o dólar.

O euro [eur] descia 0,25% para os 1,2825 dólares, depois de ontem ter encerrado a sessão a depreciar.

Nas últimas quatro semanas o euro acumula uma perda de 4,7%, que foi despoletada depois da Reserva Federal ter alterado o seu discurso, afirmando que as pressões inflacionistas nos EUA estavam a subir.

Desde o início do ano o euro recuou mais de 5%, anulando parte da subida de 8% verificada em 2004.

A moeda partilhada pela Zona Euro caía depois do presidente do Banco da Reserva Federal de St Louis, William Poole, ter dito ontem que os responsáveis podem ter de aumentar as taxas de juro de uma forma «mais vigorosa».

Um aumento maior das taxas de juro pela Reserva Federal (Fed) pode aumentar a diferença dos valores actualmente praticados pela Europa e pelo Japão, onde os responsáveis têm mantido a taxa de juro inalterada.

O aumento dos juros impulsiona a moeda norte-americana, pois a remuneração dos activos denominados em dólares aumenta.

Ontem o Banco Central Europeu (BCE) manteve a taxa de juro de referência nos 2%, o valor mais baixo dos últimos 60 anos, a um nível que o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, considera «extremamente baixo» e que está a contribuir para o crescimento económico da Zona Euro.

O responsável disse em conferência de imprensa que considera que não existem pressões inflacionistas na região, mas garantiu que se se verificar uma subida da inflação, o BCE vai «aumentar de forma imediata as taxas de juro».

Actualmente a taxa de juro de referência para a Zona Euro está nos 2%, o que compara com os 2,75% praticados pelos EUA.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio