Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro sobe mais de 1% com maus indicadores da economia dos EUA

O euro seguia hoje a subir mais de 1% contra o dólar, na maior valorização desde o inicio de Janeiro, atingindo o valor mais alto desde Outubro de 2001, depois de revelados indicadores que confirmam a fraca recuperação da economia norte-americana.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 03 de Maio de 2002 às 16:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O euro seguia hoje a subir mais de 1% contra o dólar, na maior valorização desde o inicio de Janeiro, atingindo o valor mais alto desde Outubro de 2001, depois de revelados indicadores que confirmam a fraca recuperação da economia norte-americana.

O euro seguia a subir 1,13% para os 0,9135 dólares, depois de terem sido divulgados dois indicadores que saíram piores que o esperado pelos analistas.

A taxa de desemprego de Abril nos Estados Unidos subiu para 6%, o valor mais elevado desde Agosto de 1994.

O índice ISM, que mede a evolução do sector dos serviços, caiu em Abril para os 55,3 pontos, quando os analistas estimavam que descesse apenas para 57 pontos.

Apesar de representar uma expansão no sector, este indicador vem confirmar que a recuperação económica dos Estados Unidos será feita de uma forma mais lenta que o aguardado.

A contribuir também para a subida do euro está o comportamento dos mercados accionistas norte-americanos, que tem mantido uma tendência depressiva nas últimas sessões.

Ver comentários
Outras Notícias