Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euro valoriza mais de 1% com dados económicos nos Estados Unidos

O euro registava uma valorização superior a 1%, cotando em máximo de cinco meses face ao dólar, a beneficiar dos dados económicos hoje divulgados nos EUA, que indica uma saída de capitais do país.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 12 de Dezembro de 2002 às 18:14
  • Partilhar artigo
  • ...
O euro registava uma valorização superior a 1%, cotando em máximo de cinco meses face ao dólar, a beneficiar dos dados económicos hoje divulgados nos Estados Unidos, que indica uma saída de capitais do país.

O euro subia 1,01% para 1,0189 dólares, cotando no valor mais elevado desde Julho.

A moeda única beneficiava do anúncio que o défice de conta corrente dos Estados Unidos continua perto do valor mais elevado de sempre, indicando que os Estados Unidos precisam de cerca de 1,4 mil milhões de dólares de capital estrangeiro para equilibrar o valor da moeda americana.

O défice da balança de transacções correntes, que inclui as trocas comerciais, investimentos e rendimentos, dos Estados Unidos, baixou para 127 mil milhões de dólares no terceiro trimestre, mas indica que a maior economia do mundo necessita da entrada de capitais estrangeiros no país.

A beneficiar o euro surgia ainda o aumento dos novos pedidos de subsídios de desemprego junto do Governo norte-americano. Na semana passada este valor aumentou 83 mil para totalizar 441 mil pedidos, o número mais alto dos últimos oito meses, superando as previsões dos analistas.

Os analistas contavam que o número de pessoas sem trabalho e que recorrem aos subsídios subisse para apenas 380 mil.

Em termos de vendas a retalho, o Departamento de Comércio dos Estados Unidos anunciou que subiram 0,4% em Novembro, no maior aumento dos últimos três meses e em linha com as previsões dos analistas.

A subida de 0,4% em Novembro surge depois da queda de 0,1% verificada em Outubro. Excluindo os automóveis as vendas a retalho subiram 0,5%, depois de terem subido 0,8% no mês anterior.

Outras Notícias