Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon atinge valor mais baixo desde finais de Fevereiro

A bolsa nacional negociava em queda, em sintonia com as restantes praças europeias, a atingir o valor mais baixo desde 27 de Fevereiro. O PSI-20 recuava 0,26%.

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 12 de Março de 2004 às 11:10
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As bolsas da Europa seguiam em descida, com as dúvidas sobre a autoria dos ataques terroristas perpetrados ontem em Madrid a dominarem os receios dos investidores. Uma carta, alegadamente, de elementos pertencentes à Al-Qaeda, a organização liderada por Bin Laden reivindicou a autoria dos atentados, mas as autoridades espanholas continuam a inclinar-se para uma operação da responsabilidade da ETA. Na dúvida, os mercados estão a ressentir-se.

O Dow Jones Stoxx 50 depreciava 0,61% para 2.675,95 pontos, com as companhias aéreas, seguradoras e operadoras turísticas a liderarem as perdas.

Madrid seguia a liderar as perdas da Europa, com o IBEX 35 [IBEX] a recuar 1,71% para os 7.973,90 pontos, a Iberia recuava 5% para os 2,49 euros e a NH Hotels recuava 2,9% para os 8,99 euros. As duas empresas lideravam as perdas do índice.

O DAX [DAX] alemão depreciava 0,73% para os 3.876,27 pontos, com a farmacêutica Bayer a descer 2,7% para os 21,22 euros, a Lufthansa a recuar 13,42 euros e o Commerzbank a deslizar 2,3% para os 14,34 euros.

Em Paris, o CAC 40 [CAC] avançava 0,60 para 3.624,57 pontos, com a subida de 3% da Alcatel a não compensar as quedas de 2,7% da Eads para os 17,59 euros e de 2,2% da Pinault-Printemps-Redoute para os 82 euros.

O AEX [AEX] de Amesterdão perdia 0,34% para 342,89 pontos, com a ASML a avançar 2,99% para os 14,79 euros e a Ahold a recuar 1,46% para os 6,73 euros.

Na praça londrina, o FTSE 100 [FTSE] recuava 0,18% para 4.437,10 pontos, com a British Airways a perder 1,85% para os 279,25 pences, depois de ter chegado a perder ao longo da manhã 6,85% para os 265 pences.

Outras Notícias