Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon deprecia com PT, BCP e EDP em queda

A bolsa nacional seguia em queda, com os três títulos de maior peso no PSI-20 - Portugal Telecom, Banco Comercial Português e Electricidade de Portugal - em queda. O PSI-20 recuava 0,64%, a descida mais ténue das praças europeias e o BPI reagia em queda

Susana Domingos sdomingos@negocios.pt 22 de Julho de 2004 às 10:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A bolsa nacional seguia em queda, com os três títulos de maior peso no PSI-20 - Portugal Telecom, Banco Comercial Português e Electricidade de Portugal - em queda. O PSI-20 recuava 0,64%, a descida mais ténue das praças europeias.

O PSI-20 [PSI] cotava nos 7.225,93 pontos, com cinco acções a valorizarem, 10 em queda e cinco inalteradas.

A Portugal Telecom [PTC] seguia a perder 0,93% para os 8,54 euros, mesmo depois de ter sido declarada vencedora do concurso para o fornecimento de banda larga a nove mil escolas, deixando para trás as rivais Oni/Novis e Jazztel/Colt, segundo o «Jornal de Negócios». A operadora de telecomunicações está a ser pressionada pelas quedas do sector tecnológico na Europa, depois das depreciações registadas ontem pelo segmento na praça nova-iorquina.

Também com perdas, o Banco Comercial Português [BCP] seguia a deslizar 1,12% para os 1,77 euros, apesar da imprensa nacional dar conta de que o BPI reforçou a sua posição no banco liderado por Jorge Jardim Gonçalves para 5,3%.

Ainda na banca, o Banco BPI [BPIN], que divulgou ontem resultados abaixo das estimativas dos analistas, seguia a cair 1,64% para os 3,00 euros. Os lucros do banco liderado por Fernando Ulrich subiram 7,7% nos primeiros seis meses do ano, revelou ontem, depois do fecho do mercado, a entidade financeira. O Banco Espírito Espírito Santo (BES) [BESNN] caía 0,22% para os 13,42 euros, estando agendada para dia 26 de Julho a apresentação de resultados do primeiro semestre.

A Electricidade de Portugal (EDP) [EDP], que negociou até ao momento pouco mais de um milhão de títulos, seguia a depreciar 0,42% para os 2,36 euros.

A Brisa [BRISA] recuava 0,17% para os 5,94 euros. A participação da Brisa na italiana Autostrade está avaliada em cerca de 38 milhões de euros, revela a edição de hoje do Jornal de Negócios.

Outras Notícias