Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon desvaloriza pela terceira semana consecutiva

A Euronext Lisbon completou hoje a terceira semana consecutiva a desvalorizar, o que já não acontecia desde Setembro passado, com os investidores a aproveitarem para fazer mais valias, face ao ganho de 11,19% que o PSI-20 regista desde o início do ano.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 26 de Março de 2004 às 19:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Euronext Lisbon completou hoje a terceira semana consecutiva a desvalorizar, o que já não acontecia desde Setembro passado, com os investidores a aproveitarem para fazer mais valias, face ao ganho de 11,19% que o PSI-20 regista desde o início do ano.

Nas últimas cinco sessões o PSI-20 [psi20] caiu 1,01%, com seis empresas a subir, 12 em queda e duas inalteradas. A bolsa nacional inverteu a tendência de ganhos que registava desde o início do ano, por altura dos atentados de 11 de Março em Madrid.

Os operadores consideram esta correcção saudável para os mercados, pois os ganhos rápidos dos dois primeiros meses de 2004 poderiam colocar os preços das acções a níveis não sustentáveis.

Assim, a Sonae SGPS [SON] e a ParaRede [para] – títulos que apresentam as maiores subidas acumuladas deste ano – foram as que mais desceram esta semana, verificando desvalorizações de 7,07% e 6,25%, respectivamente.

A terceira maior queda da semana é ocupada pela Jerónimo Martins, que assim agravou ainda mais a posição de título com pior performance entre a carteira do PSI-20 este ano, sendo mesmo o único que acumula uma queda.

A distribuidora, apesar de ter regressado aos lucros em 2003, verifica uma queda anual de 15,77%, agravada pela descida de 5,67% esta semana.

Esta voltou a ser uma semana negativa para as empresas tecnológicas, com a Portugal Telecom a desvalorizar 3,98%, descendo mesmo abaixo da barreira dos 9 euros. A Novabase [NBA] desceu 2,16%, a Impresa [IPR] caiu 2,04% e a PT Multimédia [PTM] baixou 0,72%.

No lado dos ganhos a Semapa e a Cofina [COFI] – empresas que estão a concorrer à privatização da Portucel – foram as que apresentaram a melhor performance, com subidas de 3,95% e 3,29%. A empresa de Paulo Fernandes beneficiou da subida de 12% nas receitas da Investec, enquanto a Semapa [SEMA] retirou dividendos do acordo para a venda de 49% da Secil.

Entre os três títulos com maior peso no índice, apenas a PT sofreu alterações significativas esta semana, pois a Electricidade de Portugal [EDP] terminou hoje com a mesma cotação de sexta-feira e o Banco Comercial Português [BCP] aumentou 0,5%.

Ver comentários
Outras Notícias