Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon encerra a valorizar para máximo de Abril de 2002 (act.)

A bolsa nacional fechou a subir, impulsionada pelo Banco Comercial Português (BCP), pela Portugal Telecom (PT) e pela Electricidade de Portugal (EDP), numa sessão em que o sector tecnológico também valorizou. O PSI-20 subiu 1,66%, para o nível mais elevad

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 18 de Fevereiro de 2004 às 17:53
  • Partilhar artigo
  • ...

A sessão de hoje foi marcada pela subida das empresas de tecnologias, com a ParaRede, a Compta, a Reditus e a Novabase a ‘animarem’ a sessão.

A empresa que mais valorizou na sessão de hoje foi a Compta [COMP], que chegou a valorizar 45,95%, nos 2,70 euros, valor mais elevado desde Fevereiro de 2003. A empresa, que actua na área de integração de soluções em Telecomunicações e Sistemas de Informação, encerrou nos 2,18 euros, a subir 17,84%. A empresa movimentou 39,01 mil acções, muito acima da média diária de negociação dos últimos 12 meses, que se fica pelos 675 títulos.

Em Novembro, a empresa anunciou que os prejuízos acumulados nos primeiros nove meses de 2003 ascenderam aos 1,937 milhões de euros, ou seja, uma melhoria face às perdas de 4,026 milhões de euros contabilizadas no período homólogo de 2002, fazendo antever uma melhoria nas contas para a totalidade do ano.

Também o desempenho da Reditus [RED] se destacou dos restantes, tendo as acções da tecnológica chegado a atingir 2,40 euros, subindo 26,32% e atingindo o seu valor máximo desde Julho de 2001. As acções da empresa encerraram nos 2,25%, terminando a valorizar 18,42%, com 384,56 mil títulos transaccionados, quando a média diária de negociação dos últimos 12 meses foi de 31 mil títulos.

No final de 2003, a Reditus anunciou ter chegado a um acordo com a ParaRede que previa ofertas conjuntas de produtos e serviços e a prévia consulta mútua em futuras propostas comerciais. O acordo entre as duas empresas estabeleceu a entrada da Reditus no capital da ParaRede, com a compra dos 4,94% que o BCP detinha na empresa de tecnologias de informação.

A ParaRede [PARA] subiu 5,56%, para os 0,38 euros, com 21 milhões de acções transaccionados. A companhia do PSI-20 chegou a valorizar 11,11% no meio da sessão, para um máximo desde Maio de 2002, de 0,40 euros.

Ontem, a ParaRede anunciou que o Barclays Fundos detém 4.768.000 acções da empresa, correspondentes a 2,177% do capital social. No passado dia 10 de Fevereiro, a empresa de tecnologias de informação anunciou ter estabelecido com a Portugal Telecom (PT) um contrato para três projectos tecnológicos, que perfazem um valor total de seis milhões de euros.

Finalmente, a Novabase [NBA] encerrou a apreciar 1,31%, para os 6,95 euros, depois de estar a subir 1,60%, para o máximo desde Junho de 2002, de 6,97 euros, tendo transaccionado 24,8 mil acções na sessão de hoje.

Ontem, foi comunicado ao mercado que o Fundo de Pensões do pessoal da Caixa Geral de Depósitos detinha, a 31 de Janeiro, 4,54% do capital social da Novabase, correspondente a 1.284.193 acções.

Ver comentários
Outras Notícias