Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon segue a perder pressionada por EDP e Sonae

A Euronext Lisbon mantinha a tendência de queda com que iniciou a sessão, pressionada pela queda dos títulos da Sonae e EDP. A subir continua a ParaRede, que hoje bateu mais uma resistência e estabeleceu um máximo de Fevereiro de 2002. Na Europa, as princ

Ruben Bicho rbicho@mediafin.pt 09 de Março de 2004 às 11:51
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais praças europeias seguiam em queda, arrastadas pelo declínio das acções de empresas tecnológicas. O índice de referência DJ Stoxx 50 recuava 0,65% para os 2.777,31 pontos.

Na Alemanha, o DAX caía 1,01% para os 4.104,04 pontos, com a Volkswagen a liderar as perdas. Os títulos da fabricante de automóveis perdiam 3,6% para os 37,98 euros depois de a empresa ter anunciado que igualar os lucros do ano passado é uma meta «ambiciosa». A Volkswagen disse ainda que pretende reduzir os custos em dois mil milhões de euros nos próximos dois anos, planeando para isso cortar 5.000 postos de trabalho.

Em França, o CAC 40 cotava nos 3.747,36 pontos a desvalorizar 0,90%, com a Alcatel a liderar as perdas. As acções da empresa caíam 4,14% para os 14,12 euros depois de o Landesbank ter alterado o seu «rating» de «outperform» para «market perform». A empresa terá sido também afectada pelas negociações entre o Governo francês e os operadores de telemóveis para a renovação de licenças GSM.

Em Inglaterra, o FTSE perdia 0,25% para os 4.542,50 pontos, com a GlaxoSmithKline a perder 0,98% para os 1107 pence. Ontem uma empresa de advocacia dos EUA apelou a que as farmacêuticas limitassem o preço dos seus produtos.

O IBEX, em Espanha, recuava 0,63% para os 8.316,80 pontos. A Telefónica perdia 0,76% nos 13,14 euros, influenciada pela decisão de adquirir as operações da Bellsouth na América do Sul.

Na Holanda, o índice AEX perdia 1,11% para os 356,83 pontos. A Philips Electronics perdia 2,51% para os 24,49 euros, arrastada pela queda das empresas tecnológicas que ontem afectou as bolsas dos Estados Unidos.

Outras Notícias