Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon sobe em contra-ciclo com Europa

A bolsa nacional continuava a contrariar a tendência das praças europeias, liderada pelas subidas da EDP, beneficiando de uma maior definição do sector energético, e da PT, que seguia impulsionada por perspectivas favoráveis para os resultados de 2003 por

Pedro Viana pviana@mediafin.pt 10 de Fevereiro de 2004 às 13:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Portugal Telecom (PT) [PTC] aumentava 0,23 % para 8,65 euros, com perspectivas de melhoria nos resultados operacionais. A sua subsidiária PT Multimédia ganhava 0,17% para 17,64 euros com liquidez reduzida.

Os lucros líquidos da Portugal Telecom (PT) em 2003, a serem desvendados a 4 de Março, deverão denotar uma quebra de 40% para 235 milhões de euros, segundo a JP Morgan, que recomenda, no entanto, a compra das acções, prevendo uma melhoria operacional.

Ambas as empresas foram revistas em alta pelo Grupo Santander. Em relação à PT, o grupo elevou as estimativas e avaliação até 2006, aumentando o preço-alvo para 10 euros e mantendo a recomendação de "compra" para os títulos da operadora de telecomunicações.

No que diz respeito à PT Multimédia [PTM], o novo preço ascende a 15,10 euros por acção, contra os 13,80 euros anteriormente atribuídos pela corretora. Ainda assim, este preço continua abaixo da cotação da empresa de media em bolsa que, fechou na sessão de hoje, nos 17,61 euros.

Na banca, o BCP [BCP] era o segundo título mais transaccionado e seguia a tendência ascendente das últimas duas sessões, ao ganhar 0,55% para 1,84 euros.

"A evolução do título está a ser condicionada pelas notícias do fim-de-semana que apontam para uma diluição da participação do BCP no Sabadell", disse Pedro Coelho".

O Canal de Negócios noticiou, na sexta-feira passada após o fecho do mercado, que o aumento de capital do Banco Sabadell para financiar a aquisição do Banco Atlântico não será totalmente acompanhado pela instituição liderada por Jardim Gonçalves, o que resultará na diluição da sua posição dos anteriores 8,5% para os 7%.

 

Na restante banca nacional, o Banco BPI [BPIN] seguia a valorizar 0,66% para os 3,03 euros, enquanto o Banco Espírito Santo era o título que mais pressionava a Euronext Lisbon ao cair 0,30% para os 13,46 euros, depois de ter valorizado 1,73% desde a apresentação de resultados anuais acima do esperado na passada quinta-feira.

A Semapa [SEMA] valorizava 0,26% para 3,86 euros depois de Pedro Queiroz Pereira ter afirmado ao Canal de Negócios que tem à venda somente os 41% que os dinamarqueses detinham na Secil e não pretende alienar mais do que essa posição.

Outras Notícias