Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Euronext Lisbon sobe em linha com Europa

A Euronext Lisbon seguia a valorizar, em linha com as principais praças europeias, impulsionada pelos ganhos da EDP e BCP. A Cofina atingiu um máximo desde 2000, um dia depois de anunciar o crescimento das receitas da sua participada Investec.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 26 de Março de 2004 às 10:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais bolsas europeias seguiam a subir, à excepção do índice inglês FTSE. As empresas de aço, como a Arcelor e a ThyssenKrupp, têm beneficiado das notícias de um aumento da procura a nível global.

Na Alemanha, o DAX [DAX] avançava 0,39% para os 3.826,87 pontos, com a Lufthansa, terceira maior companhia aérea da Europa, a ganhar 4,2% para os 13,47 euros. A empresa anunciou ontem que espera registar lucros este ano e acabou por beneficiar da redução dos preços do petróleo, que podem significar uma diminuição dos custos com combustível.

Em França o CAC-40 [CAC] ganhava 0,60% para os 3.591,76 pontos. A Thales SA, maior prestadora de serviços ao exército, crescia 1% para os 31,16 euros depois de a Standard and Poor’s ter revisto o seu «rating» para «stable».

O índice inglês, FTSE [UKX], era o único a recuar de entre as principais praças europeias. Perdia 0,19%, arrastado pela queda da Sainsbury, terceira maior cadeia de supermercados britânica, que perdeu 5% depois de anunciar que os lucros vão baixar este ano.

O IBEX [IBEX], de Espanha, ganhava 0,40% para os 7.946,50 pontos. A Arcelor avançava 2,3% para os 14,43 euros. Os analistas da JP Morgan alteraram a sua recomendação das acções da empresa de «overweight» para «neutral».

O AEX de Amesterdão seguia a perder 0,07%, para 334.30 pontos, com a ING Groep a liderar os ganhos, subindo 0,51%, para 17,77 euros.

Ver comentários
Outras Notícias