Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Europa encerra mista em dia sem EUA

As principais praças europeias terminaram a sessão com tendências distintas, depois de terem registado ganhos durante grande parte do dia. A ausência de negociação nos Estados Unidos e a subida do preço do «brent» condicionaram os mercados. O índice DJ St

Ruben Bicho rbicho@mediafin.pt 05 de Julho de 2004 às 18:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

As principais praças europeias terminaram a sessão com tendências distintas, depois de terem registado ganhos durante grande parte do dia. A ausência de negociação nos Estados Unidos e a subida do preço do «brent» condicionaram os mercados. O índice DJ Stoxx 50 ganhou 0,01%.

Os índices de Madrid e Paris fecharam a sessão a ganhar, ao passo que Londres, Frankfurt e Amesterdão registaram perdas no fecho do mercado.

A condicionar o mercado desde cedo esteve um problema num oleoduto iraquiano, que obrigou a que as exportações do país caíssem dos 80 mil barris por hora para os 41 mil barris.

Esta situação levou o preço do «brent» a subir mais de 1% para cerca de 36 dólares, impulsionando por sua vez as empresas do sector de energia. Em França, onde o CAC-40 [CAC] ganhou 0,08% para 3.688,18 pontos, a Total subiu 0,6% para 158,1 euros.

No Reino Unido, a Cairn Energy ganhou 1,7% para 1,44 pence. O índice FTSE [UKX] cedeu 0,09% para 4.403,30 pontos. O dia em Londres ficou ainda marcado pela queda das acções da Wembley Plc, empresa que gere pistas de corridas de cães, perdeu 36% depois da Starwood e da Kerzner terem desistido de adquirir a empresa.

O alemão DAX [DAX] caiu 0,08%, enquanto em Espanha o IBEX [IBEX] subiu 0,32% e o AEX, de Amesterdão, caiu 0,58%. Sem a negociação nos EUA, por se estar a celebrar o feriado do 4 de Julho (transferido para hoje), a liquidez dos mercados europeus foi mais reduzida. Na Alemanha, o número de acções a trocar de mãos foi cerca de 36% abaixo da média do último ano.

 

Outras Notícias