Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Europa foge dos mínimos e já negoceia em terreno positivo

Proximidade da abertura dos mercados norte-americanos, depois das quedas de 6% da sessão de ontem, está a retirar pressão às bolsas europeias. O dia está a ser de forte volatilidade, reflectindo o nervosismo dos investidores.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 09 de Agosto de 2011 às 12:59
O Stoxx Europe 600 está a inverter a tendência e chegou novamente ao terreno positivo. As bolsas europeias sobem, assim, depois de estarem a negociar em forte queda nos últimos dias. Um fecho na sessão de hoje no vermelho significará que o índice europeu encerra pelo oitavo dia a recuar, o maior ciclo de quedas desde 2003.

A inversão nas bolsas do Velho Continente dá-se numa altura em que se aproxima a abertura das bolsas norte-americanas.

Na sessão de hoje, o Stoxx Europe 600 começou a cair e logo virou para terreno positivo, a subir 1,6%. Posteriormente, deslizou mais de 5%, tendo tocado num mínimo de Agosto de 2009. As principais praças da Europa Ocidental também já tocaram hoje em mínimos superiores a um ano. O Stoxx Europe 600 segue agora a ganhar 0,33%.

Ao mesmo tempo, os futuros do S&P 500 estão a subir mais de 1,5% e parecem sinalizar uma recuperação depois do pior fecho de Wall Street desde 2008. Ontem, os índices norte-americanos afundaram em torno de 6%, ao passo que a Europa caiu 4%.

As praças bolsistas estão a ser penalizadas pelo corte de “rating” da Standard & Poor’s e pelo aviso de que a notação financeira poderá ainda ficar mais afastada da notação máxima de “AAA” com uma nova redução.

Intensificam-se, assim, os receios de que a economia norte-americana volte a destruir riqueza, com a possibilidade de entrar novamente em recessão. O Comité do Open Market da Reserva Federal norte-americana vai reunir-se hoje e poderá decidir novas formas de flexibilização económica para impedir a recessão económica.

O aproximar da abertura das bolsas do outro lado do Atlântico trouxe, assim, um impulso à Europa. Há pouco, mais de 500 das 600 cotadas do Stoxx Europe deslizavam. Agora, são 359 aquelas que puxam pelo índice, contra 237 em queda e quatro inalteradas.

O PSI-20 não acompanha a recuperação, caindo mais de 2%, mas o IBEX-35, o FTSE/MIB e o FSTE já estão a ganhar terreno. Aliás, o índice italiano avança já mais de 1%.

Os sectores das cotadas também estão a inverter o comportamento. Há momentos, todos estavam a perder perto de 2%. Alguns seguem agora a subir mais de 1%, como é o caso do sector das empresas industriais e das ligadas ao ramo automóvel.

Ver comentários
Saber mais bolsas europeias Psi-20 Ibex-35 Cac-40 FTSE Europa Itália Espanha Grécia Alemanha
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio