Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Europa sobe animada por resultados melhores que o esperado

As acções europeias negoceiam em alta, animadas por resultados melhores do que esperado do Crédit Agricole, que ofuscaram a especulação de que a economia americana decresceu a um ritmo superior ao estimado.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 27 de Agosto de 2009 às 10:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
As acções europeias negoceiam em alta, animadas por resultados melhores do que esperado do Crédit Agricole, que ofuscaram a especulação de que a economia americana decresceu a um ritmo superior ao estimado.

O Dow Jones Stoxx 600 avançam 0,14% para 236,79 pontos, com mais de metade das cotadas a subir. Os principais índices europeus abriram a sessão de hoje sem tendência definida, até o Crédit Agricole ter apresentado resultados animadores.

O Crédit Agricole subiu pela oitava sessão consecutiva, depois do terceiro maior banco francês em termos de capitalização bolsista ter anunciado que os seus lucros duplicaram no segundo trimestre. A Diageo, que produz o “whisky” Johnnie Walker e a cerveja Guinness, deslizou 2,9%, com CEO da empresa a dizer que o próximo ano vai ser “desafiante”.

A subida das acções europeias levou o índice Dow Jones Stoxx 600 a valer 42,7 vezes os resultados que a compõem. O rácio mais elevado desde 2003, segundo dados compilados pela Bloomberg.

“Vimos uma boa época de resultados no segundo trimestre”, disse o CEO da R&A Research & Asset Management, em entrevista à Bloomberg TV. “Os mercados anteciparam-se um pouco, mas nós continuamos confiantes no potencial de subida”, referiu.

A GDF Suez avança 3,5% para 30,275 euros, em Paris. A empresa que detém a maior rede de gás natural da Europa, apresentou uma queda de 6,3% nos lucros relativos ao primeiro trimestre. O resultado líquido foi de 3,26 mil milhões de euros, um valor que compara com os 2,87 mil milhões, media das estimativas de oito analistas contactados pela Bloomberg.

O IBEX sobe 0,37% para 11.419,00 pontos e é impulsionado sobretudo pela Iberdrola que sobe 1,76% para 6,375 euros e pela operadora Telefónica que ganha 0,23% para 17,73 euros.

O Footsie aprecia 0,17% para 4.898,73 pontos. É impulsionado essencialmente pela farmacêutica GlaxoSmithKline que valoriza 1,71% para 1.221 pence e pelo Barclays que aprecia 0,90% para 366,25 pence

O CAC-40 negoceia em alta de 0,30% para 3.679,20 pontos ao ser impulsionado pela GDF Suez e pelo Credit Agricole, que avança 5,8% para 13,33 euros.

O DAX ganha 0,12% para 5.528,71 pontos. A impulsionar está a E.ON, que avança 1,77% para 29,94 euros. Já a farmacêutica Bayer é a que mais pressiona, ao perder 12,95% para 42,83 euros.

Ver comentários
Outras Notícias