Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fecho dos mercados: Bolsas voltam aos ganhos e petróleo mantém quedas

As bolsas europeias regressaram aos ganhos, num dia em que a praça lisboeta desceu perto de 1% arrastada pela descida das acções do BCP. Já o petróleo está a prolongar as quedas da sessão, após a reunião de Doha.

A carregar o vídeo ...
European Stocks Rebound, Stoxx 600 in Tight Trading Range
Patrícia Abreu pabreu@negocios.pt 18 de Abril de 2016 às 17:11
  • Partilhar artigo
  • ...

Os mercados em números

PSI-20 recuou 0,94% para 4.972,32 pontos

Stoxx 600 ganhou 0,41% para 344,20 pontos

S&P 500 avança 0,43% para 2.089,71 pontos

"Yield" a 10 anos de Portugal desceu 3,7 pontos base para 3,131%

Euro sobe 0,33% para 1,1321 dólares

Petróleo desvaloriza 2,4% para 39,39 dólares por barril, em Nova Iorque


Bolsas regressam aos ganhos

As bolsas do Velho Continente estiveram a valorizar nesta sessão, depois de terem interrompido os ganhos na sexta-feira. O europeu Stoxx 600 avançou 0,41%, impulsionado pelas subidas das empresas do sector automóvel e dos produtores de matérias-primas. Num momento em que as expectativas apontam para uma quebra dos resultados no primeiro trimestre do ano, os investidores continuam atentos à divulgação de contas por parte das empresas, com os bancos norte-americanos a conseguirem surpreender positivamente o mercado.

Já o índice PSI-20 não conseguiu acompanhar o optimismo na Europa e fechou com uma queda de 0,94%. Ainda que as acções do BPI continuem suspensas, a negociação foi marcada pelo anúncio de uma OPA sobre o capital do banco, após o fim das negociações entre o CaixaBank e a Santoro, notícias que tiveram um impacto negativo nas acções do BCP. O banco caiu 5,61% para 0,0353 euros e foi o grande responsável pela queda da bolsa nacional.

Prémio de risco em queda

Depois de terem liderado a correcção na última sessão, os juros portugueses estiveram novamente a cair em praticamente todos os prazos. A taxa de referência a dez anos baixou 3,7 pontos base para 3,131%, num dia em que as "bunds" alemãs subiram 3,4 pontos para 0,161%, com Portugal a reduzir o seu prémio de risco face à Alemanha para 296,95 pontos. Esta descida ocorre numa semana em que o Tesouro se prepara para mais uma operação com dívida de curto prazo, na qual procurará angariar até mil milhões de euros.

Euribor a três meses inalterada

A taxa Euribor a três meses manteve-se esta segunda-feira, 18 de Abril, inalterada. O indexante permaneceu estável em 0,249%, acima dos actuais mínimos históricos, nos -0,251%. Já a Euribor a seis meses, que negociou pela primeira vez com sinal menos no passado mês de Novembro, subiu hoje para -0,139%. No prazo mais longo, a 12 meses, o indexante baixou para -0,012%, depois de ter descido até -0,028% em Março, o actual mínimo.

Brasil cai com destituição de Dilma à vista

O real brasileiro está esta sessão a perder terreno, num momento em que se aguarda a decisão do Senado sobre a destituição de Dilma Rousseff do cargo de presidente do país. a divisa desce 1,4%, com os investidores a anteciparem que já não há espaço para subidas acentuadas este ano, perante as dificuldades económicas que o Brasil enfrenta, independentemente de quem esteja no poder. O processo de destituição de Dilma deu mais um passo este domingo, 17 de Abril, ao ser votado – e aprovado – na Câmara dos Deputados, presidida por Eduardo Cunha (representante pelo Rio de Janeiro do Partido do Movimento Democrático Brasileiro). Falta agora apenas o Senado.

Petróleo afunda após reunião de Doha

Os preços do petróleo seguem a cair mais de 2% no mercado de Nova Iorque, depois de já terem estado a tombar mais de 5% durante a manhã, a reagirem à ausência de um acordo entre os principais produtores de petróleo na reunião deste fim-de-semana. O WTI, negociado nos EUA, cai 2,4% para 39,39 dólares por barril, enquanto o Brent, em Londres, desce 1,9% para 42,28 dólares. Desempenhos negativos, um dia depois de a Organização dos Países Produtores de Petróleo não ter conseguido chegar a acordo para limitar a produção de petróleo. Em cima da mesa estava o possível congelamento consertado da produção, de modo a limitar a oferta de petróleo no mercado e, assim, impulsionar o preço da matéria-prima.

Queda das reservas suporta zinco

O zinco está a valorizar pelo segundo dia consecutivo, a ser beneficiado pela queda das reservas, que baixaram para o valor mais baixo desde 2009. O metal ganha 1,4% para 1.898 dólares por tonelada métrica no mercado de Londres, com a matéria-prima a registar a sexta subida em sete sessões. A sustentar as valorizações está a queda das reservas, para o valor mais baixo desde Agosto de 2009, depois dos cortes de produção realizados pelo sector.

Destaques do dia

CaixaBank necessita de luz verde da CMVM para anunciar OPA. O CaixaBank necessita de autorização da CMVM para anunciar formalmente a nova OPA sobre o BPI. Isto porque ainda não passaram 12 meses sobre o fim da oferta lançada no ano passado. O supervisor já está a avaliar pedido do grupo catalão.

Com Isabel dos Santos presa ao BPI, acaba especulação no BCP. O BPI anunciou o fracasso das negociações entre o CaixaBank e Isabel dos Santos e quem está a reagir é o BCP. É que com o fim do acordo cai também a especulação em torno do banco liderado por Nuno Amado.

Quer investir nas obrigações do Benfica? Conheça os pormenores. A SAD do Sport Lisboa e Benfica vai voltar ao mercado com uma nova emissão de dívida. São obrigações destinadas a investidores de retalho que oferecem uma taxa de 4,25%. O Negócios diz-lhe o que precisa de saber antes de decidir se investe ou não.

Marcelo já promulgou diploma que permite resolver impasse no BPI. O Presidente da República acaba de dar luz verde ao diploma do Governo que permite desblindar os estatutos do BPI e assim resolver o impasse entre accionistas.

Lucros do Morgan Stanley descem 53% e superam estimativas dos analistas. O Morgan Stanley fechou o primeiro trimestre deste ano com lucros de 1,13 mil milhões de dólares, ou 55 cêntimos por acção, valor que supera as estimativas dos analistas de 47 cêntimos.

O que vai acontecer amanhã

Presidenciais nos EUA. Decorrem as primárias de Nova Iorque nos partidos Democrata e Republicano.

Resultados do primeiro trimestre. O Goldman Sachs divulga os resultados do primeiro trimestre de 2016.

Dados do Banco de Portugal. O regulador divulga um inquérito aos bancos sobre o mercado de crédito.

Números do INE. O instituto apresenta a Síntese Económica de Conjuntura, relativa a Março.

Economia alemã. A Alemanha divulga o Índice Zew que mede as expectativas dos investidores, relativo Fevereiro [anterior: 4,3 pontos; estimativa: 8,0 pontos].

Ver comentários
Saber mais fecho dos mercados bolsas câmbios euro dólar petróleo ouro juros Euribor BCE Fed Mario Draghi WTI yields PSI-20 Stoxx 600 zinco
Outras Notícias