Mercados Fidelity consegue licença para negociação e custódia da bitcoin

Fidelity consegue licença para negociação e custódia da bitcoin

A Fidelity está apta a lançar uma plataforma na qual investidores institucionais e indivíduos podem armazenar com segurança, comprar, vender e transferir bitcoin.
Fidelity consegue licença para negociação e custódia da bitcoin
Reuters
Negócios 19 de novembro de 2019 às 17:58

A gestora de ativos Fidelity garantiu uma licença que lhe confere o direito de negociação e de custódia da criptomoeda bitcoin.

A licença foi concedida pelo Departamento Estatal de Serviços Financeiros de Nova Iorque (DFS, na sigla em inglês). A partir de agora, a Fidelity está apta a lançar uma plataforma "na qual investidores institucionais e indivíduos podem armazenar com segurança, comprar, vender e transferir bitcoin" entre residentes em Nova Iorque, afirmou DFS.

A Fidelity quer afirmar-se no mercado de ativos digitais e considera a licença para a negociação e custódia da bitcoin um pilar "essencial" para a continua adesão a estes ativos da parte dos investidores institucionais. O documento também permite, na ótica da empresa, credibilidade para manterem a "liderança" e o "apoio no amadurecimento de todo o ecossistema".

O armazenamento seguro de criptomoedas tem sido uma preocupação entre os investidores institucionais, tendo em conta o historial de ataques cibernéticos às plataformas de negociação. Os planos do Facebook de lançar a própria moeda digital, a Libra, são recebidos como um impulso à legitimação desta categoria de ativos.

A bitcoin passou de 4.000 dólares no início do ano para os atuais mais de 8.000 dólares, tendo chegado a tocar nos quase 18.000 dólares pelo caminho. Contudo, os analistas veem potencial no longo-prazo.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI