Mercados Finlândia confiscou duas mil bitcoin e não sabe o que fazer com elas

Finlândia confiscou duas mil bitcoin e não sabe o que fazer com elas

As autoridades da Finlândia estão a tentar determinar o que fazer com cerca de duas mil bitcoin que foram apreendidas que, actualmente, valem 22,8 milhões de dólares.
Finlândia confiscou duas mil bitcoin e não sabe o que fazer com elas
Negócios 20 de fevereiro de 2018 às 13:48

A Finlândia já confiscou cerca de duas mil bitcoin e agora enfrenta um dilema: o que fazer com elas? As directrizes das autoridades finlandesas, divulgadas esta terça-feira, 20 de Fevereiro, indicam que as autoridades que lidam com estes activos não os vão poder alojar nas bolsas virtuais. Vão mesmo de ter de as tirar da internet, de acordo com os documentos a que Bloomberg teve acesso.

A maioria das bitcoin foram apreendidas em raides realizados em 2016 e, actualmente, têm um valor de 22,8 milhões de dólares. Apesar destas orientações agora divulgadas, as autoridades não quiserem avançar onde estão armazenadas por agora estas bitcoin que foram confiscadas.

As orientações das autoridades finlandesas indicam ainda que o Estado não vai tratar as bitcoin, ou outras moedas virtuais, como divisas. Vão ser tratadas como um activo e não podem ser usadas, nem aceites, como meio de pagamento ou como forma de investimento.

A Bloomberg adianta ainda que as criptomoedas podem ser convertidas em euros se um tribunal deliberar nesse sentido. A venda destes activos deverá ser feita através de leilões públicos em vez de trocas comerciais.