Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fundo soberano da Noruega tinha investimentos de mil milhões em Portugal no final de 2014

Três quartos do investimento em Portugal do maior fundo soberano do mundo estava em acções, no final de 2014. A restante aposta incidia em dívida, sendo que a maioria era em títulos da Caixa Geral de Depósitos.

André Tanque Jesus andrejesus@negocios.pt 13 de Março de 2015 às 17:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O fundo de pensões norueguês, o maior fundo soberano do mundo, tinha no final de 2014 investidos cerca de 989 milhões de euros em Portugal. Cerca de 75% da aposta era em acções, ao passo que a restante posição estava em títulos de dívida, incluindo de empresas públicas. Isto num ano em que o fundo deu um retorno de 7,58%, ou 544 mil milhões de coroas norueguesas (cerca de 63 mil milhões de euros).

 

Eram 25 investimentos em carteira, num total de 912 milhões de dólares, ou 754 milhões de euros, que o Norges Bank Investment Management (NBIM), responsável pela gestão, tinha aplicados em acções portuguesas no final de 2014, através do fundo soberano. As maiores participações eram nas papeleiras Semapa e Altri com 4,52% e 4,36%, respectivamente.

 

Mas o maior investimento residia no grupo EDP. O fundo norueguês detinha 1,91% do capital da EDP Renováveis, num investimento que ascendia a 225 milhões de euros – quase um quarto de todo o investimento em Portugal. Já na "casa mãe",

 
88 milhões de euros
O maior fundo soberano do mundo tem mais títulos de dívida da Caixa Geral de Depósitos, do que o Estado português.

o NBIM contava com 96 milhões de euros, representativos de 1,69% do capital.

 

Apesar da volumosa aposta em Portugal, este é o segundo mercado da Zona Euro com menor peso no fundo: 0,12%. Pior só a Grécia (0,08%), ao passo que as maiores posições estão na Alemanha (5,14%) e França (4,96%).

 

Investimento em dívida da CGD ultrapassa dívida soberana

 

Apesar de grande parte da aposta do fundo norueguês em Portugal recair em acções, parte do capital está ainda investido em títulos de dívida. Contudo, ao contrário do que seria de esperar, o maior fundo soberano do mundo tem mais títulos de dívida da Caixa Geral de Depósitos, do que o Estado português.

 

Só no banco estatal, o investimento ultrapassa os 88 milhões de euros. Já os títulos de dívida soberana na posse do fundo, no final de 2014, ascendiam a 51 milhões. No total, eram quase 235 milhões que o NBIM tinha investidos em Portugal, neste tipo de activos. 

 

 

Ver comentários
Saber mais Norges Bank Investment Management Semapa Altri grupo EDP EDP Renováveis Portugal Zona Euro Grécia Alemanha França CGD Caixa Geral de Depósitos economia negócios e finanças macroeconomia economia (geral) mercado de dívida fundos de investimento acções obrigações dívida mercados
Outras Notícias