Fundos de investimento Fundos captam mais dinheiro que os certificados
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Fundos captam mais dinheiro que os certificados

A descida da remuneração paga nos certificados do tesouro traduziu-se numa quebra do volume de entradas, permitindo aos fundos superar estes produtos de poupança em subscrições, no primeiro mês do ano.
Fundos  captam mais dinheiro que os certificados
Bruno Simão
Patrícia Abreu 27 de fevereiro de 2018 às 07:00

Os fundos de investimento têm vindo a atrair maior interesse por parte dos investidores nacionais. Depois de terem vivido o melhor ano desde 2009, estes produtos de poupança arrancaram o ano com subscrições e já estã

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado Fundos aquém do que poderiam e deveriam estar 27.02.2018

Na carteira de investimentos financeiros do Português típico,
Fundos estão melhor do que já estiveram,
mas muito abaixo do que o nosso PIB per capita levaria a expectar
(para não falar de recente trabalho académico
estabelecendo correlação entre coeficiente de inteligência
e participação nos Mercados de capitais, seja direta, seja via Fundos).
Não deixa de ser compreensível,
porque “gato escaldado de água fria tem medo”.
E cruelmente escaldados, os Lusos têm sido.
Mas haverá em acréscimo outras razões,
como falta de concorrência forte entre intermediários financeiros,
indutora a que todo o potencial de agilidade dos Fundos
de se irem adaptando criativamente
à evolução da conjuntura e dos desejos dos investidores
(o que lá fora se traduz numa taxa de renovação das gamas de oferta
que, em certos casos, é de 20% ao ano),
entre nós está aquém do que seria desejável,
num Pais que tanto precisa de estimular a poupança,
desiderato para que os Fundos poderiam fornecer contributo decisivo.

comentários mais recentes
Anónimo 27.02.2018

Não percebo nada de bolsa ,fundos etc.Os certificados sofreram forte descida com diferentes governos para diminuir encargos do estado,que algumas vezes ia ao mercado pagar mais JRS que as q atribuía aos ditos certificados ,nunca percebi.Mas haja inteligentes que expliquem.

RE: Fundos aquém do que poderiam e deveriam estar 27.02.2018

Agora que está em apreciação na AR nova Legislação, é oportuno mencionar o que poderiam ser chaves para que os Fundos pudessem desempenhar um papel de motor no estimulo à poupança em Portugal:
- Obrigar os intermediários financeiros a abrir a sua gama de oferta aos melhores fundos da concorrência internacional (não deixando por tal de receberem uma justa comissão);
-Fiscalizar devidamente as comissões cobradas de tal modo que tivessem a ver com os custos incorridos;
-Exigir total transparência na divulgação dos riscos do conhecimento dos gestores dos fundos;
-Auscultar constantemente o grau de satisfação dos investidores e ir adaptando em consonância as gamas de oferta;
-Tornar obrigatória a função do Provedor do Cliente e para ela convidar personalidade de reconhecida independência.
-Avaliar periodicamente as administrações segundo critérios de rigor, dedicação, competência, dinamismo, criatividade, não deixando de ouvir sobre tal e formalmente a opinião dos clientes dos Fundos.

General Ciresp 27.02.2018

Oh minha rica princesa,alguma coisa me diz q ja nao falta muito para q a casalinho va ao mercado e mal consiga dinheiro para o gasoleo q consome em la ir.Dizem:q o benfica e porto ja tem dificuldade em arrecadar dinheiro no mesmo sistema da casalinho para cobrir as obrigacao q vao batendo a porta.

O PS deveria continuar a governar depois de 2011 27.02.2018

O PS quer financiar-se de borla, a Casalinho anda todas as semanas a ir ao mercado! Quando os juros subirem o PS cai do pedestal para onde nunca deveria ter ido depois de deixar o país falido em 2011, quem está no poder são os mesmos q nos levaram há desgraça! Só falta lá o Ladrão-Mor (Sócrates)

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub