Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp e banca impedem maior queda da bolsa nacional

A bolsa nacional seguia a negociar em terreno negativo a acompanhar a tendência das principais praças europeias, pressionada pela Portugal Telecom e as empresas do Grupo EDP. O PSI-20 seguia a desvalorizar 0,21% com a Galp Energia e a banca a impedirem uma maior queda.

Lara Rosa lararosa@negocios.pt 09 de Fevereiro de 2009 às 10:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A bolsa nacional seguia a negociar em terreno negativo a acompanhar a tendência das principais praças europeias, pressionada pela Portugal Telecom e as empresas do Grupo EDP. O PSI-20 seguia a desvalorizar 0,21% com a Galp Energia e a banca a impedirem uma maior queda.

O principal índice nacional seguia a negociar nos 6.445,36 pontos, com 10 títulos em alta e 10 a desvalorizar. Na Europa o sentimento é também negativo, devido ao adiamento para amanhã da apresentação do plano de ajuda ao sector financeiro dos Estados Unidos.

A penalizar a bolsa portuguesa está a Portugal Telecom que segue a desvalorizar 0,90% para os 6,352 euros, depois de ter registado uma valorização semanal de 1,75%.

Entre as empresas de telecomunicações a Zon acompanhava a PT e seguia a desvalorizar 0,84% para os 4,115 euros enquanto a Sonaecom valorizava 1,23% para os 1,15 euros, acompanhando as cotadas da família Sonae que se encontram entre o principal índice nacional.

A penalizar está ainda a EDP, que perde 0,86% para os 2,771 euros, e a EDP Renováveis, que recuava 0,93% para os 5,735 euros.

Já a Galp Energia assumia uma tendência contrária, sendo a cotada que mais está a contribuir para evitar uma maior queda do principal índice nacional. Os títulos da petrolífera sobem 1,44% para os 9,008 euros, acumulando 5 sessões consecutivas em terreno positivo e um ganho superior a 10% neste período.

Ainda entre as energéticas, a REN ganhava 1,79% para os 3,13 euros.

Em alta segue a banca com o BCP a valorizar 0,40% para os 0,753 euros, o BES a ganhar 0,20% para os 5,11 euros e o BPI a subir 0,85% para os 1,543 euros.





















Veja também:

As cotações de todas as acções da Bolsa portuguesa

O resumo do dia do índice PSI-20

As maiores subidas e maiores descidas do PSI-20

Os preços-alvo para as cotadas portuguesas

As estatísticas das acções portuguesas

A análise técnica de todas as cotadas portuguesas

A evolução de todos os fundos comercializados em Portugal





Ver comentários
Outras Notícias