Bolsa Galp e EDP pressionam abertura da bolsa

Galp e EDP pressionam abertura da bolsa

O PSI-20 segue o desempenho negativo das principais praças europeias, que também são pressionadas pelo sector energético.
A carregar o vídeo ...
Nuno Carregueiro 08 de julho de 2016 às 08:16

A bolsa nacional abriu em terreno negativo, em linha com as principais praças europeias, que anulam parte dos ganhos conseguidos na véspera.


O PSI-20 desce 0,31% para 4.374,23 pontos, com oito cotadas em alta, oito em queda e duas sem variação. Nas praças europeias as variações dos índices também são em redor de 0,5%.


Os investidores vão hoje estar focados nos dados do emprego que vão ser divulgados nos Estados Unidos. Os economistas consultados pela Bloomberg antecipam que a taxa de desemprego de Junho tenha subido para 4,8% face aos 4,7% do mês anterior.


O sector energético, que ontem impulsionou os índices, é o que mais está a penalizar na sessão de hoje, apesar do petróleo estar a negociar em terreno positivo. O Brent em Londres avança 0,73% para 46,74 dólares.

Em Lisboa a tendência é a mesma, com a Galp Energia a desvalorizar 0,54% para 12,035 euros e a EDP a cair 1,78% para 2,704 euros.


Ainda a pressionar o índice português a Jerónimo Martins cede 0,32% para 13,99 euros e o BPI cai 0,36% para 1,102 euros. Em sentido inverso o BCP avança 1,12% para 0,018 euros.


A Mota-Engil valoriza 1,59% para 1,467 euros. A construtora ganhou um contrato de 430 milhões de dólares (390 milhões de euros) no Paraguai, para repavimentar uma via de 835 quilómetros de extensão, descrita no país como a "pior estrada na América do Sul".  

 




Marketing Automation certified by E-GOI