Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp recupera com petróleo e recomendação positiva

As acções da Galp seguem a valorizar quase 2% animadas pela recomendação positiva da Cazenove. A casa de investimento atribui um potencial de valorização de 39% às acções da companhia portuguesa que também beneficiam da subida dos preços do petróleo.

Maria João Soares mjsoares@negocios.pt 01 de Outubro de 2008 às 10:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
As acções da Galp seguem a valorizar quase 2% animadas pela recomendação positiva da Cazenove. A casa de investimento atribui um potencial de valorização de 39% às acções da companhia portuguesa que também beneficiam da subida dos preços do petróleo.

A Galp segue a valorizar 1,89% para 11,86 euros, recuperando parte das quedas recentes, num dia em que os preços do petróleo avançam mais de 1% depois de ontem terem subido mais de 5%, negociando novamente perto dos 100 dólares em Londres.

Também a animar a negociação dos títulos estará a recomendação de "outperform" da Cazenove para a petrolífera. A casa de investimento iniciou a cobertura das acções com um “preço-alvo” de 16,20 euros por acção, que representa um potencial de valorização de 39% face à cotação de fecho de ontem.

A casa de investimento afirma, em nota de research de ontem citada pela Reuters, que os títulos da petrolífera portuguesa não têm tido a resposta correcta às notícias da exploração no Brasil.

"Na nossa opinião, isto não é justificado nem é sustentável", refere o analista Nitin Sharma que coonsidera que a Galp oferece aos investidores um risco positivo no que toca à exploração petrolífera e a movimentos de consolidação, prevendo que no final do ano haja um intensificar da especulação em torno da posição da ENI.

"Estas são duas características muito apetecíveis no universo das large caps petrolíferas", afirma Nitin Sharma, citado pela Reuters.

"A avaliação da Galp é muito atractiva, há um desconto de 28% face à nossa soma das partes que ignora a valorização do preço do petróleo acima de 80 dólares e desconta em excesso o valor das descobertas", acrescenta a mesma fonte.

Ver comentários
Outras Notícias