Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Galp sobe mais de 3% e acentua ganhos do PSI-20

Há cinco anos que o índice da bolsa de Lisboa não subia oito vezes seguidas. BCP, Zon ganham mais de 4% e Sonae Indústria dispara mais de 6%, contrariando oito cotadas em baixa. Na Europa, os avanços são generalizados.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 03 de Janeiro de 2012 às 15:26
  • Partilhar artigo
  • ...
A bolsa nacional está a avançar mais de 1%, dinamizada pelo avanço superior a 3% da Galp Energia. As valorizações acima de 4% do BCP e da Zon também estão a contribuir para o desempenho positivo da praça de Lisboa.

O PSI-20 ganha 1,29% para negociar nos 5.683,93 pontos, com 12 cotadas em alta e oito em queda. Esta é a oitava sessão consecutiva de avanços, o que não se verificava desde Janeiro de 2007.

Na Europa, o Stoxx Europe 600 soma 0,90%, com as bolsas do Velho Continente a reagirem em alta aos dados positivos relativos à actividade industrial por todo o mundo. A Europa tenta acompanhar a apreciação superior a 2% de Wall Street.

Em Lisboa, a Galp Energia é a empresa que mais impulsiona o índice de referência, ao avançar 3,24%, o que está a levar as suas acções para os 12,12 euros. Os preços do petróleo estão a subir mais de 3% nos mercados internacionais devido às tensões no Irão, o que estará a ditar o comportamento da petrolífera nacional liderada por Ferreira de Oliveira (na foto).

BCP continua ciclo de ganhos

Também o BCP está a subir fortemente, ganhando pela oitava sessão seguida e mantendo-se sem quedas há dez sessões. O banco soma 4,9% para negociar nos 0,15 euros, continuando a ser suportada pela especulação de que os bancos chineses poderão estar interessados na compra de uma participação.

O BPI ganha 1,84% para 0,497 euros. Contudo, a restante banca do PSI-20 recua. O BES perde 0,89% e está nos 1,339 euros, enquanto que o Banif cai 1,76% para 0,335 euros.

A contribuir para a tónica verde de Lisboa está ainda a Zon Multimédia. A operadora liderada por Rodrigo Costa continua a ganhar com a expectativa de consolidação e reforços accionistas, advinda da desblindagem dos seus estatutos. Os accionistas vão decidir essa desblindagem a 30 de Janeiro, mas as acções da empresa têm vindo a reagir em alta. Depois de ontem subir 6%, os títulos somam 4,82% para 2,589 euros.

No sector, a Sonaecom beneficia deste sentimento e soma 2,92% para 1,27 euros. A Portugal Telecom ganha 1,11% e está nos 4,541 euros.

Sonae Indústria dispara 6%

Em alta continua também a Sonae Indústria. A empresa de construção está nos 0,70 euros, com um avanço de 6,38%. O analista do Millennium Investment Banking, João Carlos Mateus, indicou ao Negócios que tal se deve a uma recuperação dos valores mínimos e também da volatilidade dos mercados, por exemplo, de painéis e da madeira.

Entre as grandes empresas da bolsa nacional, a EDP sobe 0,61% para 2,475 euros.
Ver comentários
Saber mais Galp Energia Psi-20 bolsa nacional bolsa de Lisboa Euronext BCP Zon Multimédia Sonae Indústria
Outras Notícias